VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Edivaldo Gomes acompanha solução no sistema de drenagem
Edivaldo Gomes acompanha solução no sistema de drenagem
  • Fonte: Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP)
  • Publicada em 09/01/2018 às 12:25
Na última semana, Edivaldo Gomes esteve com o secretário municipal de Saúde, Renato Fuverki para discutir o caso

O vereador Edivaldo Gomes (PSB) fez, na segunda-feira (8), uma visita oficial de trabalho ao Hospital Municipal Claudionor do Couto Roriz para verificar problemas no sistema de esgotamento da água servida. Esta é a segunda vez que o vereador trata do assunto.

Na última semana, Edivaldo Gomes esteve com o secretário municipal de Saúde, Renato Fuverki para discutir o caso. No último domingo (7), com as fortes chuvas, o refeitório do hospital voltou a ser inundado.

Edivaldo Gomes verificou detalhes do sistema de esgotamento da água servida da cozinha, local que está gerando o problema na unidade médica. Uma equipe da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) trabalha na limpeza das galerias para resolver o problema.

“Além da limpeza, há a necessidade de aumentar a vasão final da água, caso contrário, o problema pode acontecer novamente”, observou o vereador.  

Na sexta-feira (5), o secretário Renato Fuverki explicou que o hospital está com várias obras, e que parte do pátio foi escavada. Segundo ele, com as chuvas, a enxurrada levou terra para as galerias, obstruindo a passagem da água servida. Ao tratar novamente do caso, o vereador orientou que a vazão da tubulação fosse ampliada.

Durante a visita, enquanto as galerias estavam sendo novamente desobstruídas, Gomes constatou que, já fora do hospital, as manilhas também precisam ser maiores ou em mais quantidade, pois quando chove há um refluxo de água. “Também observei que não é água de fossa, e sim um refluxo da água da cozinha por causa da chuva”, explicou.

Tomografia

Outro ponto tratado no Claudionor Roriz, com o secretário Renato Fuverki, foi sobre o setor de tomografia. De acordo com pacientes, o serviço está suspendo no hospital. A direção do HM informou ao vereador que há duas semanas o aparelho apresentou falhas e que a manutenção é realizada pela fábrica. A peça foi retirada e enviada para reparos.   Edivaldo Gomes solicitou que seja feita cobrança à empresa para dar urgência ao caso.

 

  • Atualizada em 09/01/2018 às 12:33:03