VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Homologada pela Secretaria Estadual de Saúde intervenção na saúde municipal de Porto Velho
Homologada pela Secretaria Estadual de Saúde intervenção na saúde municipal de Porto Velho
  • Fonte: Da Redação
  • Publicada em 12/04/2018 às 17:36
Na intervenção ninguém será afastado do cargo e deve ocorrer uma cooperação técnica para tentar minimizar os problemas ma Capital de forma urgente.

 

Foi homologado no final da manhã dessa quinta-feira (12) o pedido de intervenção do Estado na saúde municipal de Porto Velho, quando essa resolução foi tomada há mais de dez dias pelo Conselho Estadul de Saúde (CES) quando uma resolução foi aprovada pela maioria dos conselheiros, que enxergaram uma série de falhas e uma grave crise no setor.

O presidente da entidade, Raimundo Nonato, conseguiu homologar junto ao secretário estadual de saúde, Williames Pimentel, que assinou o documento. A intervenção deve seguir os mesmos moldes do que houve no município de Guajará Mirim, em 2016.

Nonato explicou para a reportagem do site O Rondoniense que nessa intervenção ninguém será afastado do cargo e deve ocorrer uma cooperação técnica entre os dois entes, Conselhos Estadual e Municipal, para tentar minimizar os problemas de forma urgente.

O conselheiro disse que o Conselho Estadual não aprova a terceirização da saúde como o prefeito, Dr. Hildon Chaves, quer fazer. Segundo Nonato, Hildon quer por em prática o plano de contratar as Organizações Sociais, o que seria um acinte para o conselheiro, pois o Conselho já possui uma Resolução que proíbe esse tipo de ação.

Pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), o secretário da pasta, Orlando Ramires, divulgou um vídeo no Facebook, onde ele trata a intervenção nas unidades do município omo rumores. O vídeo gravado pela manhã, o secretário divulga que “(…) rumores que tem circulado na mídia sobre uma possível intervenção na saúde”.

Orlando diz que não existe legalidade no pedido e que é meramente “interesse político” pois se trata de ano eleitoral e que nesse setor da saúde, em Porto Velho, “muito se avançou na nova gestão”.

Dentro dos procedimentos a serem tomados, será a Sesau a responsável em montar a equipe e que deverá acompanhar junto a prefeitura os problemas apontados e tentar solucionar, desde a atenção primária até o básico, explicou Nonato.

Confira abaixo o documento da intervenção homologada hoje.

  • Atualizada em 12/04/2018 às 17:46:14