VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Moradores de Canutama,pedem apoio da Assembleia em Rondônia
Moradores de Canutama,pedem apoio da Assembleia em Rondônia
  • Fonte: Assembleia legislativa
  • Publicada em 14/11/2017 às 11:05
Moradores querem que seja firmado termo de cooperação entre os dois Estados

Moradores do município de Canutama (AM) estiveram na Assembleia Legislativa, em audiência com o presidente Maurão de Carvalho (PMDB), acompanhados do deputado Ribamar Araújo (PR), para buscar solução ao impasse vivido por 18 mil moradores que residem no sul do Estado vizinho.

Os moradores informam que da região em que vivem no limite sul de Canutama até a sede do município, são mais de 900 km, tendo de percorrer um dia e meio de carro mais 3 dias de barco. “É uma verdadeira epopeia necessitar de algum atendimento na sede”, destacou o morador Sandro Paulo Barbosa.

Segundo o deputado Ribamar Araújo, os moradores querem que seja realizado entre os Estados do Amazonas e Rondônia, um termo de cooperação, para que sejam efetivamente e legalmente atendidos por Rondônia, devido à proximidade. “O início de nossas terras fica a 13 km da capital Porto Velho”, disse Sandro Barbosa.

Outro ponto abordado é o de também buscar, junto com o termo de cooperação, o desmembramento do território, reunindo parte de Canutama, Boca do Acre e Lábrea, todos do Amazonas, que passariam a pertencer a Porto Velho, tendo em vista a população já ser atendida na área da educação, saúde e comercialização da produção.

Sandro destacou que mais de 17 mil moradores votam em Porto Velho, a energia é paga para Rondônia, mas para qualquer ampliação tem de pedir autorização para a Amazonas Energia. “Algumas coisas beiram o ridículo”, disse o morador.

Os representantes da comunidade também informaram que já existe um termo de cooperação firmado com a Idaron, o que garante a sanidade animal e a comercialização do gado para Rondônia. Além do gado, é produzido na região guaraná, mandioca e urucum, entre outros produtos que são vendidos na capital rondoniense.

“Já havia um acordo de cooperação para ser assinado entre Amazonas e Rondônia, mas com a cassação e nova eleição do governador daquele Estado, não sabemos como ficou a situação”, lembrou o deputado Ribamar Araújo.

Diante das informações recebidas, o presidente Maurão afirmou que encampará a demanda que acha justa e pediu ao deputado Ribamar, em conjunto com o advogado geral da Assembleia, Celso Cecatto, para buscarem todas as informações referentes ao termo com a Idaron e verificar junto à Procuradoria do Estado a existência deste acordo para cobrar do governador o seguimento e solução definitiva desta questão.

  • Atualizada em 14/11/2017 às 11:05:42