VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Pentágono anuncia morte de novo líder do Estado Islâmico no Afeganistão
Pentágono anuncia morte de novo líder do Estado Islâmico no Afeganistão
  • Fonte: Agência EFE
  • Publicada em 15/07/2017 às 09:46
A morte de Sayed ocorreu em um ataque contra a sede do grupo terrorista na província afegã de Kunar.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira a morte de Abu Sayed, que tinha se tornado o líder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no Afeganistão após a morte dos dois comandantes anteriores.

"As forças americanas mataram Abu Sayed", afirmou à Efe um porta-voz do Pentágono.

A morte de Sayed ocorreu em um ataque contra a sede do grupo terrorista na província afegã de Kunar na última terça-feira, ação na qual morreram outros membros da facção do EI no Afeganistão.

O EI tinha escolhido Abu Sayed para que fosse chefe do grupo jihadista no Afeganistão depois de as tropas americanas e afegãs matassem os dois líderes anteriores, Hafiz Sayed Khan e Abdul Hasib, mortos em julho de 2016 e abril deste ano, respectivamente.

"As forças militares afegãs e americanas lançaram uma ofensiva contra o EI no início de março para expulsar os combatentes de Nangarhar e enviar uma mensagem clara de que não há nenhum santuário para os insurgentes no Afeganistão", disse o porta-voz do Pentágono.

"A morte de Sayed interromperá significativamente os planos do grupo terrorista para alargar sua presença no Afeganistão", indicou o porta-voz.

O governo do Afeganistão tinha considerado o EI derrotado há pouco mais de um ano, apesar do grupo ter seguido operando e assumido a responsabilidade por atentados terroristas no país.

Em abril, o Afeganistão estimou que há cerca de 400 integrantes do grupo terrorista no país, pouco depois de a Otan ter afirmado, sem dar números, que os jihadistas tinham se reduzido à metade no país nos últimos anos.

  • Atualizada em 15/07/2017 às 09:46:56