VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Prefeitura realiza workshop com servidores para melhorar atendimento na saúde pública
Prefeitura realiza workshop com servidores para melhorar atendimento na saúde pública
  • Fonte: Redação orondoniense - Foto: Google Imagens
  • Publicada em 05/02/2018 às 10:50
Esse treinamento está sendo dirigido para os profissionais que trabalham no atendimento da rede de urgência e emergência nos prontos atendimentos

Reclamações de pacientes, falta de insumos nas unidades de saúde da Capital, médico que não estava cumprindo plantão, até morte em pronto atendimento acabou provocando uma série de cuidados, fiscalização e movimentou tanto a Secretaria Municipal de Saúde quanto órgãos fiscalizadores – Cremero e Conselho de Enfermagem e Farmácia. O prefeito Hildon chegou a gravar uma “live” via Facebook, que o setor da saúde era um problema e que faltavam ajustes necessários urgentes.

Diante dessa onda avassaladora de críticas e soluções paliativas, a prefeitura de Porto Velho, através da Semusa está realizando através do núcleo gestor de educação permanente durante esta semana de 05/02 a 09/02 um workshop para os servidores do departamento de média e alta complexidade.

Esse treinamento está sendo dirigido para os profissionais que trabalham no atendimento da rede de urgência e emergência nos prontos atendimentos Ana Adelaide, José Adelino, UPAs leste e sul e Samu.

O objetivo é capacitar esses servidores para uma melhoria na qualidade do trabalho e acolhimento aos pacientes, que é justamente o tema da palestra que acontece no primeiro dia de workshop, que acontece simultaneamente em todas as unidades da rede de urgência e emergência.

Com o tema “Acolhimento Humanizado” a palestra vai tratar das relações interpessoais no ambiente de trabalho. Também serão discutidos os diversos tipos de protocolos do cenário de urgência e emergência.

A Semusa esperar melhorar o atendimento e diminuir o número de reclamações, mesmo sendo uma área delicada e que merece uma atenção especial da Prefeitura.

Faltam ainda mudanças estruturais em algumas das unidades da Capital, principalmente aquelas visitadas por uma força tarefa dos conselhos, que encontrou uma série de irregularidades – como no Ana Adelaide e no José Adelino.

  • Atualizada em 05/02/2018 às 12:40:56