VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Samu e Corpo de Bombeiros irão atuar de maneira integrada
Samu e Corpo de Bombeiros irão atuar de maneira integrada
  • Fonte: Semusa
  • Publicada em 15/05/2018 às 15:05
O GOA também fechará parceria com o Município para atendimento aéreo

Até julho deste ano, o Serviço Móvel de Urgência (Samu), do Município de Porto Velho, e o Corpo de Bombeiros passarão a atuar de maneira integrada na capital. Será fechado parceria também com o Grupamento de Operações Aéreas (GOA) para que a Prefeitura conte com o serviço de resgate de pacientes que necessitam de atendimento de urgência.

A parceria entre o Samu e o Corpo de Bombeiros foi discutida em uma reunião nesta segunda-feira,14, com o secretário Municipal de Saúde, Orlando Ramires, e o capitão Marcelo Duarte Corrêa, do Corpo de Bombeiros, junto com a equipe técnica.

Orlando Ramires afirmou que os termos de cooperação técnica entre a Semusa e os Bombeiros, e também com o GOA, serão assinados na mesma data.

Hospital

Através do termo de cooperação técnica, o médico do Samu passará a regular as solicitações feitas a central doCorpo de Bombeiros relacionadas aos atendimentos que são encaminhados as UPAs ou ao hospital.

Ambulâncias - Unisp

Outra mudança importante é que serão disponibilizadas ambulâncias para cada Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) da capital. Serão duas na Unisp da zona leste, uma na zona Sul e uma na região central.

“Com essa nova metodologia de trabalho, nós ficaremos mais perto da população, fazendo com que a resposta doatendimento seja mais rápida. Além disso, nossos veículos estarão em segurança” explicou Marta Cavalcante, gerente do Samu.

As Unisps têm salas de repouso para as equipes de atendimento do Samu enquanto aguardam o chamado. As ambulâncias disponibilizadas nas Unips serão as básicas, com condutor e técnico. Na sede do Samu permanecerá a avançada, com condutor, técnico, enfermeiro e médico.

Tempo

Atualmente, uma ambulância leva cerca de trinta minutos, em horário de pico, para chegar, por exemplo, à zona leste para fazer um atendimento. “Por isso serão disponibilizadas duas ambulâncias para a Unisp dessa região”, declarou o secretário Orlando Ramires.

Até o fim de maio o Samu recebe mais três novos veículos, por meio do Ministério da Saúde.

  • Atualizada em 15/05/2018 às 15:07:02