Sem categoria

2.201 CASOS: Em 4 dias, Brasil dobra o número de pessoas com coronavírus

Segundo o Ministério da Saúde, São Paulo registra 40 mortes e o Rio de Janeiro 6

O Brasil chegou a 2.201 infectados pelo coronavírus (causador da doença Covid-19), segundo balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira, 24. Em apenas um dia foram mais de 100 casos confirmados. As mortes subiram para 46, sendo 40 em São Paulo e seis no Rio de Janeiro.

A cada dois ou três dias o número de casos tem dobrado no país. A marca dos 600 infectados foi superada no dia 19 de março. No dia 21 de março foram registrados 1.128. E quatro dias depois, o coronavírus chegou ao patamar de 2.000 casos.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista coletiva na semana passada, disse que os números iriam aumentar exponencialmente até o fim de junho. “Estamos imaginando que vamos trabalhar com espirais ascendentes entre abril, maio e junho. Passaremos de 60 a 90 dias de muito estresse e teremos sobrecarga”, disse.

Segundo estimativas do ministro, em julho os casos deverão entrar em recessão e em agosto e setembro o cenário deverá estar voltando a patamares menores. “Desde que a gente construa a chamada imunidade em mais de 50% das pessoas”, afirmou.

Todos os estados brasileiros têm pelo menos um caso da doença. Apesar de ter diferentes níveis nos estados, o Ministério da Saúde reconheceu que há a transmissão comunitária do coronavírus em todo país. Quando chega a esta categoria, é impossível saber de onde veio a infecção.

Vacinação gripe

O governo federal antecipou o começo da campanha de vacinação contra a gripe para esta segunda-feira, 23, em todo o país. A imunização será feita em etapas. Esta primeira é voltada para pessoas acima de 60 anos e profissionais da saúde. Para aumentar a segurança, ela está sendo feita em locais abertos e com distanciamento entre as pessoas.

A partir do dia 16 de abril serão vacinados doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A partir de 9 de maio vai incluir crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, pessoas com deficiência, povos indígenas e funcionários do sistema prisional.

Fonte: Exame