Living

Obras do Mergulhão em Jardim Camburi começam em setembro; veja vídeo – A Gazeta ES

Publicado em 5 de julho de 2024 às 10:35
As obras do Mergulhão em Jardim Camburi, em Vitória, vão começar em setembro. Com a assinatura da ordem de serviço, realizada na manhã desta sexta-feira (5), a expectativa do Executivo municipal é de que o canteiro de obras comece a ser montado em até dois meses.
A obra, orçada em R$ 77,5 milhões, deve durar dois anos e meio e tem a promessa de melhorar o fluxo de veículos entre a Avenida Dante Michelini e a Rua Gelu Vervloet dos Santos, conhecida como Rodovia Norte Sul, em Jardim Camburi.
Segundo o secretário de obras da Capital, Gustavo Perin, a região já passa por estudos geotécnicos e de licenciamento ambiental para liberação do projeto estrutural.
“Já foram feitos os estudos e simulações do ganho do fluxo ali em Camburi. Essa é uma obra metropolitana, que contribui não só com o trânsito de Vitória, mas também com o das cidades vizinhas. Uma equipe já está em campo, fazendo os primeiros trabalhos de geotecnia e topografia. Com a liberação desses projetos, acredito que em até três meses começaremos a montagem do canteiro de obras na região da Norte Sul”, aponta o secretário.
Questionado sobre o diálogo em relação ao projeto com a comunidade de bairros adjacentes, Perin afirma que a secretaria mantém conversas com os representantes dos moradores.
“Os projetos são públicos e informamos [à comunidade] várias vezes. Então, está mais do que debatido que é um ganho para toda a Grande Vitória”, pondera Gustavo.
De acordo com o projeto, a previsão é para que o mergulhão reduza o tempo de travessia da interseção, que hoje é de 55 a 88 segundos, para até 10 segundos. O objetivo da obra é melhorar a circulação, a mobilidade e a fluidez do bairro Jardim Camburi com uma livre passagem na região, extinguindo os semáforos.
O estudo feito pela Secretaria de Obras de Vitória (Semob) aponta que a velocidade média dos veículos que transitam pelo trecho — parando nos semáforos e enfrentando as retenções — hoje é de 2 km/h e vai passar para 33 km/h com os dois mergulhões. No planejamento da prefeitura para a obra que vai ser executada pela empresa contratada, o projeto pode ser definido como uma interseção em dois níveis com duas passagens inferiores (mergulhões). O percurso pela Avenida Dante Michelini seguirá no mesmo nível em ambos os sentidos.
Uma das pistas que vão passar por baixo da Dante Michelini será para quem sai da Norte Sul em direção à Vale. E a outra será de quem vem de Jardim da Penha e precisa acessar a Norte Sul em direção à Serra. Todos as pistas vão ter três faixas de rolamento.
Durante a fase dos trabalhos, a circulação viária, a mobilidade dos pedestres e dos ciclistas, assim como os serviços públicos, deverão ser mantidos, obrigatoriamente, com o número de faixas atuais.
Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem
Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta
A Gazeta integra o

Não é cadastrado? Cadastre-se
ou
Já tem uma conta?
Preencha o campo abaixo com seu email.

Já tem uma conta?

source

Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *