Living

Fala de Drauzio Varella é tirada de contexto para sugerir que médico defende uso de drogas – A Gazeta ES

Publicado em 6 de julho de 2024 às 12:00
Conteúdo investigado: Vídeo em que o prefeito da cidade de Chapecó (SC), João Rodrigues (PSD), critica um comentário feito pelo médico Drauzio Varella durante uma entrevista no podcast Podpah. A gravação mostra um trecho em que o oncologista explica como o tema drogas deve ser abordado com crianças. Segundo Rodrigues, Drauzio teria dito que “droga faz bem”.
Onde foi publicado: X e Telegram.
Conclusão do Comprova: O médico Drauzio Varella não disse que drogas fazem bem durante sua participação no podcast Podpah, em julho de 2022. Vídeo que circula nas redes sociais distorce um comentário do oncologista sobre como o tema drogas deveria ser abordado com crianças. Na entrevista, Drauzio mencionou que, ao tratar do assunto com menores de idade, é importante não esconder que os entorpecentes causam prazer e, por isso, são viciantes. O conteúdo omite o fato de que, em seguida, Varella também destacou os prejuízos à saúde decorrentes do uso de drogas.
A íntegra da entrevista tem quase duas horas de duração. Já o vídeo verificado exibe apenas um recorte do momento em que o médico comenta o tema drogas, o qual começou a ser abordado após Varella ter falado sobre os danos que o cigarro causa à saúde. A partir dos 47 minutos, o oncologista menciona qual seria a melhor maneira de falar sobre o assunto com crianças.
Os comentários do prefeito João Rodrigues a respeito da explicação de Drauzio foram feitos durante uma entrevista à Rádio Chapecó, dias após o médico participar do podcast. No recorte distorcido e compartilhado nas redes, Drauzio diz: “Você tem que ensinar a criança, dizendo assim: ‘Droga é bom’. É bom! Se não desse prazer, ninguém usava. Pra que que você ia jogar fumaça no pulmão se não tivesse prazer com ela? Pra que você ia cheirar um pó se não te desse prazer? Você vai cheirar pó de giz? Não vai, né?”.
A versão não exibe o restante do comentário do médico, que afirma, logo em seguida: “Agora, tem que educar. Educar significa o quê? Uma coisa: você tem 32 anos. Uma coisa é você fumar maconha aos 32 anos. Outra coisa é um menino de 12 [anos] porque aí isso vai interferir com a formação do sistema nervoso central dele. E isso é um problema que ele pode carregar pelo resto da vida, então, você não pode ser permissivo desse jeito”.
Logo depois, Drauzio explica como o uso de maconha por crianças e adolescentes afeta o lobo frontal, área do cérebro responsável pela tomada de decisões. Segundo o médico, o lobo frontal amadurece devagar e a maconha afeta essa região. “Então, é coisa pra adulto. E tem um outro problema, vicia, claro que vicia. Tudo que dá prazer vicia. Por quê? Porque o cérebro parte do princípio que se você está tendo prazer com aquilo é porque aquilo é bom pro organismo”, disse Varella.
Ao Comprova, por telefone, o prefeito de Chapecó afirmou não considerar a fala do médico Drauzio Varella fora de contexto. Ele ainda comparou a declaração do médico no início da pandemia, quando ele se referiu à covid-19 como “resfriadinho”, com as falas de Jair Bolsonaro sobre a doença, quando se referiu à covid diversas vezes como “gripezinha”. Drauzio, no entanto, se retratou e disse que avaliou mal o início da pandemia. Já Bolsonaro, não o fez.
A reportagem tentou entrar em contato com o perfil que publicou o vídeo verificado no X, mas não foi possível enviar mensagem.
Enganoso, para o Comprova, é o conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações; que usa dados imprecisos ou que induz a uma interpretação diferente da intenção de seu autor; conteúdo que confunde, com ou sem a intenção deliberada de causar dano.
Alcance da publicação: O Comprova investiga os conteúdos suspeitos com maior alcance nas redes sociais. Até quarta-feira, a publicação tinha mais de 252 mil visualizações no X e 1.602 no Telegram.
Fontes que consultamos: Para esta checagem, buscamos a entrevista completa de Drauzio e fizemos uma busca reversa para identificar a pessoa que comenta as falas do oncologista.
Por que o Comprova investigou essa publicação: O Comprova monitora conteúdos suspeitos publicados em redes sociais e aplicativos de mensagem sobre políticas públicas, saúde, mudanças climáticas e eleições no âmbito federal e abre investigações para aquelas publicações que obtiveram maior alcance e engajamento. Você também pode sugerir verificações pelo WhatsApp +55 11 97045-4984.
Outras checagens sobre o tema: O recorte fora de contexto da entrevista de Drauzio Varella ao Podpah foi checado ainda em 2022 pelo Aos FatosUOL Confere e pela Reuters. Em 2020, o Comprova classificou como enganoso um vídeo publicado pelo senador Marcos do Val (Podemos-ES) que usava trechos de falas antigas de Drauzio sobre a pandemia.
Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem
Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta
A Gazeta integra o

Não é cadastrado? Cadastre-se
ou
Já tem uma conta?
Preencha o campo abaixo com seu email.

Já tem uma conta?

source

Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *