Living

Saiba quem são as vítimas do acidente que matou torcedores do Corinthians no ES – A Gazeta ES

Publicado em 9 de julho de 2024 às 16:30
Paulo Vitor Ferreira Silva, 31 anos, Edvaldo dos Santos Sousa Neto, 30 anos, e Antônio Messias Júnior, 37 anos, são os torcedores do Corinthians que morreram no acidente entre a van em que estavam e com um ônibus na BR 262, em Ibatiba, no Sul do Espírito Santo, na madrugada dessa segunda-feira (8). Entre as vítimas está um torcedor natural da Bahia.
O acidente deixou outros 12 feridos. A van estava com 15 passageiros e todos voltavam de um jogo do Corinthians, em Belo Horizonte (MG), onde o time acabou derrotado por 3 a 0. Todos os feridos no acidente estavam na van. Duas pessoas morreram no local e uma terceira vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. A identidade dos feridos ainda não foi divulgada.
Os feridos foram resgatados e levados para hospitais do Estado. No ônibus, que era alugado, apenas o motorista reserva do coletivo se feriu, quebrando a perna.
Segundo a torcida organizada do Corinthians, ‘Camisa ’12’, entre os feridos está uma criança.
Ao g1ES, a irmã de Paulo Vitor Ferreira Cruz Silva, Sharon Ferreira, disse que ele era apaixonado pelo Corinthians e que viajava com frequência para acompanhar os jogos do time.
“Ele começou a torcer já quando era mais velho e aí começou a fazer parte da torcida organizada e viaja direto, já foi com a mulher dele, levou meu sobrinho. Na noite anterior ele foi em uma festa junina e de lá já foi pegar a van na Serra para acompanhar o jogo”, contou a irmã.
Paulo trabalhava como entregador de gás e deixa um filho de 9 anos. “Ele era uma pessoa maravilhosa, bom filho, sempre foi muito bagunceiro. Morreu fazendo tudo que ele queria”, relatou a irmã.
O torcedor foi enterrado no cemitério em Ponta da Fruta em Vila Velha, na Grande Vitória, no início da tarde desta terça-feira (9). 
O administrador de empresas Antônio Messias Júnior foi outro que morreu no acidente. De acordo com familiares, ele deixa duas filhas, uma de 12 e outra de 3 anos. O torcedor foi sepultado na manhã desta terça-feira no Cemitério São José, em Linhares.
O soldador Edvaldo dos Santos Sousa Neto, 30 anos, é a terceira vítima. Segundo a torcida organizada do Corinthians ‘Camisa ’12’, a vítima é da Bahia e morava em Vitória há pouco tempo. O corpo do torcedor foi levado na manhã desta terça-feira para Ilhéus.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o ônibus e a van bateram de frente no quilômetro 169 por volta de 1h40. A van com 15 passageiros seguia no sentido Vitória e voltava do jogo em Minas Gerais entre Corinthians e Cruzeiro realizado no domingo (7).
O delegado da PRF, Marcel Haase contou que a van invadiu a contramão e bateu no ônibus.
“Torcedores do Corinthians estavam voltando para a Grande Vitória, quando essa van que eles estavam invadiu a contramão da via e bateu no ônibus. A gente precisa entender se ele invadiu a contramão porque dormiu ao volante, se ele fez uma ultrapassagem em local proibido ou se a visibilidade atrapalhou”, comentou o delegado.
Os passageiros foram socorridos e levados para vários hospitais. Entre as unidades de saúde estão a Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim, para o Hospital de Urgência e Emergência em Vitória, Hospital Padre Máximo, em Venda Nova do Imigrante e para o Posto de Atendimento de Ibatiba. A Polícia Civil disse que a investigação da Delegacia de Polícia (DP) de Irupi vai apurar as circunstâncias do acidente.
A Cleitonbus Transporte Turismo, responsável pelo ônibus envolvido no acidente, lamentou o ocorrido e vem dando total suporte aos passageiros e motoristas envolvidos.
Disse ainda o único ocupante do ônibus que se feriu foi o motorista reserva, mas sem gravidade. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital João XXIII, em Minas Gerais. Os demais passageiros seguiram viagem em outro veículo, com previsão de chegarem ao destino nesta segunda-feira (8), por volta de 13h.
A empresa reforçou que o ônibus estava em velocidade compatível com a via e que a licença e a documentação do motorista estavam regulares.
A Buser lamentou o ocorrido na madrugada e disse que vem prestando todo o apoio aos passageiros que estavam a bordo do ônibus e contribuindo com os esclarecimentos junto às autoridades locais.
Com informações do g1ES
Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem
Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta
A Gazeta integra o

Não é cadastrado? Cadastre-se
ou
Já tem uma conta?
Preencha o campo abaixo com seu email.

Já tem uma conta?

source

Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *