Living

Saiba quem são os pré-candidatos a prefeito em São Mateus – A Gazeta ES

Publicado em 10 de julho de 2024 às 16:01
A cidade de São Mateus, no Norte do Espírito Santo, tem até o momento nove pré-candidatos à prefeitura, mas a expectativa é de que restem no máximo seis. Isso porque um grupo formado por oito partidos – União Brasil, PSB, PSD, Cidadania, DC, PSDB, Rede e MDB – lançou quatro pré-candidatos, mas promete se unir em torno de apenas um postulante.
Às vésperas das convenções, quando serão definidos os candidatos que vão disputar as Eleições 2024, A Gazeta fez um levantamento com dirigentes partidários e lideranças do município, além dos próprios pré-candidatos, para mostrar o cenário que vem se desenhando até o momento para a disputa no Espírito Santo.
Até o final desta semana, serão publicados os perfis dos interessados na disputa nas maiores cidades do Estado. Para acompanhar a cobertura, basta acessar a nossa página especial das Eleições 2024.
Em São Mateus, um dos nomes é o do ex-prefeito por dois mandatos Amadeu Boroto (MDB), que conta com o apoio de todas as siglas e dos demais pré-candidatos do mesmo grupo, do governador Renato Casagrande (PSB) e do vice Ricardo Ferraço (MDB). Ele enfrenta, porém, uma pendência judicial: em 2019, foi condenado em uma ação de improbidade administrativa e teve os direitos políticos suspensos por cinco anos. Agora, aguarda a decisão de um recurso.
Se não tiver sucesso, o grupo escolherá o candidato e o vice da chapa entre outras três pessoas: o empresário e ex-vereador Clebson Bazoni (PSDB); o radialista Ferreira Júnior (Rede), que ficou em terceiro lugar na disputa à prefeitura do município em 2020; e o presidente da Câmara de São Mateus, Paulo Fundão (União Brasil).
O atual prefeito, Daniel Santana, o Daniel da Açaí (sem partido), decidiu apoiar o pré-candidato do PDT, Henrique Follador, que foi seu secretário de Saúde. O PDT chegou a lançar outra pré-candidata, a ex-secretária de Educação Marília Silveira, que continua se apresentando como postulante ao cargo. O diretório estadual do partido afirmou que avaliava os dois nomes e que a decisão caberia ao diretório municipal. O presidente da Comissão Provisória do partido na cidade, Júnior Eler, garante que está de pé apenas a candidatura de Follador.
O radialista Carlinhos Lyrio (Republicanos), que foi o segundo colocado na disputa em 2020, tenta novamente assumir o Executivo municipal. Ele já concorreu em 1992, 2000, 2004 e 2016. Em 2008, tentou ser vice-prefeito. Também já cumpriu um mandato como deputado estadual e, em 2024, angariou os apoios dos partidos Agir e PMB.
Na disputa, estão também dois nomes ainda não testados nas urnas: o do empresário Marcus Azevedo Batista, o Marcus da Cozivip (Podemos), que já conseguiu o apoio de ao menos cinco partidos (Novo, Solidariedade, PRTB, Avante e PRD); e o da professora Zenilza Pauli (PT), diretora da Cooperativa de São Mateus e docente da rede municipal, pela federação PT, PV e PCdoB. 
Do lado oposto do espectro político, o pastor e advogado Nilis Castberg é o pré-candidato do PL. Ele já concorreu ao cargo em 2020. Em 2016, foi candidato a vice-prefeito e, em 2004 e 2008, concorreu a vereador, mas nunca se elegeu. Sem apoio de outros partidos, montou uma chapa puro-sangue tendo como vice o produtor rural Edivaldo Permanhane. Confira abaixo o perfil de todos eles:
Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem
Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta
A Gazeta integra o

Não é cadastrado? Cadastre-se
ou
Já tem uma conta?
Preencha o campo abaixo com seu email.

Já tem uma conta?

source

Shares:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *