Rondônia

3,5 mil empresas de Rondônia encerraram atividades em seis meses de 2020

Informações da Junta Comercial (Jucer) apontam que 3,5 mil empresas de Rondônia encerraram suas atividades entre janeiro e junho de 2020. Apesar do número alarmante, no ano de 2019, no mesmo período, foram registradas 3.887 empresas fechadas.

De acordo com o presidente da Jucer, José Alberto Anísio, essa redução pode ter números maquiados. Isso porque tem empresário que não fechou de vez durante a crise econômica provocada pelo coronavírus, ou seja, deve voltar talvez com outro seguimento ou reabrir com o mesmo ramo após a pandemia.

“Hoje também a gente tem empresas que baixou ou está inativa há muito tempo, mas ainda não deu entrada no documento que dá baixa de vez e encerra as atividades. Muitos nem sabem que não se paga taxa para encerrar e outros não fizeram por falta de tempo”, afirma o presidente da Junta Comercial.

Porto Velho

Em relação a Capital de Porto Velho, o número de empresas fechadas também caiu. A Jucer, contabiliza 1.115 empresas encerraram as atividades nos seis primeiros meses de 2019 na capital. Já no primeiro semestre deste ano foram 1.000 empreendimentos encerrados.

Para o economista Otacílio Moreira afirma que Porto Velho, em relação a outras cidades do país, ainda está numa situação ‘privilegiada’.

“Se comparado a outras pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como por exemplo no mercado informal, então você vai perceber que o mercado formal tem mantido os mesmos índices a 2019. Enquanto isso o mercado formal vem sofrendo por causa da pandemia”, diz.

Informações iniciais do G1