Cultura Destaques

A Borracheira – Peça teatral estreia nesta sexta-feira

Above

Buscando discutir a figura do feminismo na sociedade, o projeto teatral A Borracheira, é uma peça  baseada no livro de Nilson Santos – As seringueiras da Amazônia, encenado pelo grupo O Imaginário, e lançado pelo Rumos Itaú Cultural.

Segundo o seu idealizador, Chicão Santos, o projeto é o final de uma trilogia de peças teatrais que buscam discutir o papel feminino na sociedade e a sua representabilidade cultural. No contexto, A Borracheira,  se passa na Amazônia em meio a exploração da borracha, onde o ambiente é majoritariamente masculino, e consequentemente machista.

A historia da peça visa buscar o censo crítico sobre os papeis de gênero e trazer reflexão ao espectador sobre qual é o papel da mulher em meio aquele cenário hostil destacando os desafios enfrentados pelas mulheres.

No enredo,  as personagens narram memórias e interpretam histórias que se passa no seringal no meio da floresta Amazônica, refletindo sobre o ser humano e suas relações.  E uma reflexão de coisas boas e ruins vividas nos seringais com o intenção de transportar o espectador para outra realidade, buscando o questionamento sobre o seu próprio papel de gênero inserido naquele contexto histórico, contextualizado nos seringais no Vale do Guaporé.

O Imaginário

O grupo teatral O Imaginário, esta em atividade desde 2005, a principal ação de seus projetos é discutir e promover a cultura através do teatro, o público e a cidade, ação estratégica para o desenvolvimento de conceitos que asseguram a luta por um teatro insurgente e pela promoção do acesso do cidadão a arte como um direito social. O Imaginário existe para manter viva as suas práticas de levar o teatro a todos os lugares, promover trocas com outros coletivos e compartilhar estudos, pesquisa e investigação, inovando a relação do teatro, mantendo o fortalecimento a prática teatral Amazônica. O grupo e composto pelos atuantes Edmar Leite, Flávia Diniz, Taiane Sales, Zaine Diniz/ Daniel Graziane, Bira Lorenço, Andréa Melo, Babaya Morais, Chicão Santos, Ismael Barreto, Ediér William, Elisabete Christofoletti e Nilza Menezes.

Assume um lugar de destaque em suas pesquisas e em seus projetos. O grupo teatral O Imaginário já participou do Palco Giratório, do SESC; da VII Mostra Latino Americana de teatro de grupos. Ganhou os prêmios Funarte Petrobras, Myriam Muniz de Teatro, Edital Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, Edital Sesc de Artes Cênica, entre outros. O grupo mantém no seu espaço uma escola livre de formação de jovens artistas, promove residências artísticas com coletivos de outras regiões e recebe oficinas e espetáculos.

Programa Rumos Itaú Cultural

Um dos maiores editais de financiamento de projetos culturais do país, o Programa Rumos, é realizado pelo Itaú Cultural desde 1997, financiando produções artísticas e culturais brasileiras. A iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições desde a sua primeira edição, vindos de todos os estados do país e do exterior. Destes, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas em todas as regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos são selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa.

Serviço

Nos dias 29 e 30 de novembro, às 20h, no Tapiri, localizado na rua Franklin Tavares, 1353 – bairro Pedrinhas, em
Porto Velho (RO).  A entrada é gratuita e serão oferecidos 60 ingressos, no local.

 

Below