Capital Destaques Educação

Acadêmicos da Unir fazem abaixo-assinado contra a decisão da reitoria em manter as aulas

A Universidade Federal de Rondônia (UNIR), publicou nesta segunda -feira (16), um comunicado que manterá as atividades acadêmicas durante esta semana, encerrando as atividades somente na próxima segunda-feira (23). Segundo a nota da reitoria, o motivo está baseado em dados de curva de contágio social, e a suspenção seguirá até o dia 12 de março.

Ainda foi dito que serão mantidas as atividades administrativas, adotando os cuidados sugeridos pelas autoridades de saúde.

Entretanto, a postura da Unir não agradou alguns membros da comunidade acadêmica e seguiram com um  abaixo-assinado “Acadêmicos da Universidade Federal de Rondônia: Suspensão das atividades da UNIR”.

Segundo alunos da UNIR, a instituição tem passado por racionamento de água em razão da cisterna, não possui condições salubres para os estudantes higienizarem e evitarem a contaminação. Além disso, os docentes acreditam que a decisão de esperar o aumento do contágio social demonstra uma atitude totalmente irresponsável.

Segundo os estudantes, as medidas de suspensão as atividades escolares, adotadas pelo Governo Estadual, são preventivas, visando conter o avanço e a disseminação a doença, e não é suficiente aguardar a doença atingir maior contágio social até suspender as aulas, e que a decisão da Universidade prejudica a comunidade acadêmica, que constantemente enfrenta um ônibus lotado, bem como toda a comunidade docente, que fica ainda mais suscetível à doença.

UNIR

Procurada, a assessoria de comunicação da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). informou que na tarde desta terça-feira (17), haverá uma reunião na reitoria para tratar deste assunto. Tão logo resolvido, a Unir poderá realizar mais um comunicado na sua página oficial