Mundo

Acusados por tentativa de golpe de Estado pegam prisão perpétua na Turquia

A justiça da Turquia sentenciou nesta quinta-feira os 11 pilotos que bombardearam a capital do país, Ancara, durante a tentativa de golpe de Estado de 2016, além de alguns civis considerados conspiradores, a 79 penas de prisão perpétua.

No julgamento, iniciado em agosto de 2017, havia um total de 475 acusados, entre eles, 25 generais e quatro membros do alto escalão da irmandade islamista do liderada por Fethullah Gülen, que está exilado nos Estados Unidos, enquanto é apontado pelo governo turco como comandante da tentativa de golpe.

Por EFE