Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

Agevisa entrega para todos os municípios testes rápidos; O resultado sai em 30 minutos

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), entregou a todos os municípios do Estado o teste rápido antígeno contra o Sars-CoV-2, causador da Covid-19.

A implantação do teste rápido no Estado foi recomendada, por meio de nota técnica emitida pela Agevisa, que destaca a celeridade do resultado. Isso possibilita maior definição do perfil de infectados, além de oferecer maiores subsídios para a tomada de decisão quanto às medidas de prevenção e controle. “Os testes garantem a resposta em até 30 minutos, o que proporciona agilidade no que diz respeito ao isolamento, medicação e cuidados necessários com o paciente”, disse a diretora da Agevisa, Ana Flora Camargo Gerhardt.

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, durante reunião virtual com prefeitos, secretários municipais de saúde e profissionais de entes federados, reafirmou a necessidade de realização do teste rápido. O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, fez a entrega dos testes rápidos, na última semana, aos representantes dos municípios na Central de Abastecimento Farmacêutico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). A representante do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Cristina Mabel, participou da solenidade de entrega e distribuição do material.
O teste rápido de antígeno é feito por meio da coleta com swab de nasofaringe. A Agevisa esclareceu que os testes são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem o objetivo de diminuir o tempo para a emissão dos resultados,  ajudando assim a acelerar o processo de isolamento de pessoas que testaram positivo, diminuindo a circulação do vírus.

NOTA TÉCNICA 03

A nota técnica 03 possui as seguintes recomendações: testagem em massa e em menor tempo possível de indivíduos com sintomas gripais, inclusive busca ativa dos casos (em sistema de drive-thru ou em rodoviárias); monitoramento de contato (indivíduos que tenham do contato com caso confirmado); e uso hospitalar, principalmente com foco na liberação de leitos de pacientes suspeitos.
O Estado recebeu os testes da Organização Pan-americana de Saúde (Opas) e repassou aos municípios, com base em critérios pré-determinados. O teste rápido de detecção de antígeno tem desempenho altamente satisfatório, principalmente em períodos de altas cargas virais, que aparecem em fase pré-sintomática e sintomática da doença (nos primeiros 3-7 dias), oferecendo uma excelente oportunidade para detecção precoce. Também serão beneficiados com os testes, os profissionais de saúde com sintomas e lotados em unidades hospitalares ou de atendimento Covid-19.
Agevisa

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

Falta de matéria-prima importada ameaça fabricação de imunizantes contra a covid no país. IFA que chegaria esta semana para o Butantan só desembarca na...