Destaques

AJUDA – Caixa anuncia parceria com Ministério da Defesa para ampliar atendimento a ribeirinhos

A CAIXA anunciou uma parceria com o Ministério da Defesa para a utilização de embarcações da Marinha para atendimento bancário às populações ribeirinhas no Amazonas. O objetivo é ampliar a presença da CAIXA num trecho da região do Rio Amazonas ainda desassistido por atendimento bancário.

“A parceria que fazemos com a Defesa, começando pela Marinha, é um exemplo de solução inovadora que permite a alocação de estrutura ágil em resposta às necessidades de atendimento e negócios em locais institucionalmente relevantes à CAIXA, sem atendimento bancário e social”, afirmou o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

Num primeiro momento, a parceria vai englobar a utilização de quatro embarcações para a instalação de postos de atendimento da CAIXA, expandindo a rede de atendimento do banco em unidades móveis fluviais. A ação deve atingir, em média, 20 mil ribeirinhos por viagem.

O modelo agência-barco itinerante foi idealizado pela CAIXA em 2010. As agências-barco da CAIXA foram inauguradas para atender às populações ribeirinhas e outras áreas urbanas isoladas, promovendo o desenvolvimento socioeconômico da região e a inclusão bancária dos moradores, a partir da oferta de produtos e serviços do banco.

“As unidades suprem as carências de atendimento bancário impostas pelas dificuldades naturais da região e reduzem os riscos e os custos envolvidos no deslocamento das populações até os centros urbanos”, comentou o presidente.

As agências-barco disponibilizam todos os produtos disponíveis no portfólio CAIXA, com exceção daqueles que envolvem numerário. No total, as agências-barco da CAIXA já realizaram 1.890 viagens, nas quais foram abertas mais de 12 mil contas, concedidos mais de R$ 1,2 milhão em operações de crédito, e prestados mais de 179 mil atendimentos.

Agências-Barco:
A unidade Barco Chico Mendes beneficia aproximadamente 250 mil ribeirinhos dos municípios localizados às margens do Rio Solimões, no trecho Manaus-Coari: Anamã, Anori, Beruri, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Codajás, Iranduba e Manaquiri. Já a unidade Barco Ilha do Marajó atende cerca de 480 mil habitantes dos municípios que formam a Ilha do Marajó: Soure, Salvaterra, Ponta de Pedras, Muaná, São Sebastião da Boa Vista, Curralinho, Bagre, Breves, Melgaço e Portel.

A unidade Barco Rio São Francisco, na Bahia, atende 90 mil habitantes dos municípios (e seus distritos) banhados pelo Lago de Sobradinho, na Bahia: Sobradinho, Santana do Sobrado, Casa Nova, Pau-a-pique, Remanso, Bem-Bom, Pilão Arcado, Sento Sé, Piri e Piçarrão.

Considerando a estrutura nas embarcações para atendimento à população, também são viabilizadas ações de promoção à inclusão social, à justiça, à educação e de empreendedorismo, por meio de parcerias e acordos com tribunais, e Justiça do Trabalho, por exemplo.

Estrutura sustentável:
As unidades contam com toda a infraestrutura naval necessária à prestação dos serviços, incluindo energia, iluminação, comunicações, ar condicionado, limpeza, copa, cozinha, tripulação e manutenção do barco. As agências também possuem serviços e soluções de segurança, vigilância armada, sistema de monitoramento de imagens, controle de acesso e sistema de localização e rastreamento.

Conta ainda com separação de lixo para reciclagem e dejetos secos, casco pintado com tinta não poluente, iluminação à base de LED, e possuem sua própria estação de tratamento de efluentes de esgoto, que permite lançar, no rio, água 100% tratada.

As unidades têm cada uma capacidade máxima para 102 pessoas, autossuficientes para navegarem por 23 dias seguidos e com recursos de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais ou mobilidade reduzida, bem como idosos ou gestantes.

O Rondoniense
Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios