Capital Rondônia

Alideia Marcelino, mãe de jornalista Rubens Coutinho, não resite a covid-19

Faleceu na tarde desta sexta-feira, na UTI do Hospital da Unimed, em Porto Velho, dona Alideia Marcelino de Castro, de 78 anos, vítima da Covid-19.
Dona Alideia, filha de ferroviários da Madeira-Mamoré (José Marcelino de Castro e Alzira Trigueiro), era mãe do jornalista Rubens Coutinho, editor deste Tudorondonia, e de Jane Marcelino de Castro, Sônia Maria Coutinho, Suely Coutinho e Lourdes Marcelino.
Durante praticamente toda a vida,  dona Alideia residiu numa casa na Travessa São Cristóvão, no bairro do mesmo nome, em Porto Velho. Ela foi casada com Manoel Coutinho, também já falecido.
O corpo será sepultado na manhã deste sábado no Cemitério de Santo Antônio, com a presença de apenas cinco familiares devido à pandemia de coronavírus. Não haverá velório.
A família enlutada agradece as manifestações de solidariedade neste momento de dor e que marca uma perda irreparável.
TudoRondônia