Capital Destaques

Amor gera amor: Hospital Santa Marcelina doa protetores faciais para Hospital do Amor.

Além do Hospital do Amor, Santa Marcelina vai produzir protetores para outros hospitais.

Uma ação do Hospital Santa Marcelina em Porto Velho (RO) levou amor ao Hospital de Amor que atende pacientes com câncer de toda a região norte na capital do estado de Rondônia. A Informação é do Analista de Captação do Hospital Santa Marcelina, Anísio Mendes, ao destacar que os equipamentos foram confeccionados na própria oficina do Santa Marcelina.

Foram doadas 30 unidades de protetores faciais aos profissionais da linha de frente do Hospital do Amor, que servem como uma barreira para evitar gotículas e aerossóis. “ É uma oficina 3D de última geração que foi fabricado na nossa própria oficina que é uma das mais modernas em engenharia mecatrônica do norte do país. A entrega dos equipamentos ocorreu na manhã da última terça-feira (07/04).

John Cleiton Cardoso é responsável pela oficina 3D do Hospital Santa Marcelina e explicou que o suporte da máscara é impresso em ABS com filamento de alta resistência para impressora 3D, o que garante mais qualidade ao material utilizado para a confecção do equipamento.

Assessoria

Noelia Lima, chefe da equipe de enfermagem do Hospital do Amor, disse, ao receber os equipamentos, “ Em nome da Fundação Pio XII agradecemos a doação vinda do Hospital Santa Marcelina onde foi confeccionada na própria oficina 3D”.

O Médico Jean Negreiros, Diretor Clínico do Hospital de Amor em Porto Velho, se disse feliz com a ajuda. O Hospital do Amor vive de doações da ajuda da comunidade e toda a ajuda é importante. “Aproveito para agradecer ao Hospital Santa Marcelina em nome irmã Lina, pois havíamos feito um pedido de 40 unidades de Barretos (SP) e eles estavam tentando enviar desde a semana passada, pois lá eles estão conseguindo fabricar no Ircard, mas a malha aérea para Porto Velho está muito difícil, e estávamos cotando até no mercado local e não havia a pronta entrega.

Então chegou na hora certa a doação, principalmente no momento que os casos em Rondônia estão aumentando”
O Hospital Santa Marcelina informou que com a oficina própria irá produzir o equipamento para várias unidades hospitalares que necessitaram da máscara facial.

“ Estamos com algumas encomendas, mas é um momento complicado o transporte aéreo, portanto, quem precisar, pode contactar a nossa linha de produção, que iremos atender dentro das nossas possibilidades, afirmou John Cleiton Cardoso.

Assessoria