politica

Assembleia Legislativa vai homenagear vencedores da 5ª edição do Concafé

Assessoria

“Idealizado em 2015, o Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia-Concafé despertou nos cafeicultores rondonienses o interesse em trabalhar com tecnificação para melhorar a qualidade do grão”, afirmou o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Cirone Deiró (PODE), ao parabenizar os 214 participantes da 5ª edição do Concafé. O evento busca premiar e promover a qualidade dos cafés robustas rondonienses que são produzidos em conformidade com os parâmetros de sustentabilidade. Este ano, concorreram ao prêmio de melhor café de Rondônia cafeicultores e cafeicultoras de 30 municípios.

Para registrar esse importante momento na vida das vencedoras e vencedores da 5ª edição do Concafé, o presidente da Comissão de Agricultura, Cirone Deiró apresentou requerimento para que os primeiros colocados sejam homenageados com voto de louvor pela Assembleia Legislativa. “Homenagear mulheres e homens que estão fazendo história na cafeicultura rondoniense marca mais um importante momento para esses cafeicultores e cafeicultoras  que se dedicam diariamente na produção de um grão de qualidade”, registrou.

Cirone Deiró destacou o crescimento a cada ano, de novos cafeicultores que estão investindo na qualidade da sua produção. “Os bons exemplos estão inspirando novos cafeicultores a adotarem tecnologia e ampliar os cuidados em busca de um resultado de excelência”, afirmou. Os participantes da 5ª edição do Concafé concorreram nas modalidades qualidade da bebida e sustentabilidade. A grande vencedora desse ano, foi a cafeicultora, Luciana Franklin, produtora do município Novo Horizonte do Oeste.

De acordo com o presidente da Comissão da Agricultura, deputado Cirone Deiró as premiações que foram distribuídas esse ano, vão atrair ainda mais o interesse de cafeicultores e cafeicultoras para a próxima edição do Concafé. Ele destacou a premiação entregue a grande vencedora do concurso, cafeicultora Luciana Franklin que recebeu um trator cafeeiro avaliado em R$ 140 mil. O 2° lugar foi conquistado pela cafeicultora, Maria Aparecida Cantuário do município de Vilhena que recebeu R$ 30 mil. O 3º lugar no quesito qualidade e sustentabilidade foi conquistado pelo cafeicultor, Tawãn Aruá que recebeu R$ 15 mil reais em premiação. Já o 4º lugar foi conquistado pelo cafeicultor, Lourenço Marques.

Cirone Deiró destacou ainda o trabalho exemplar que tem sido realizado pela família Bento que cultiva café no município de Cacoal e foi campeã na categoria sustentabilidade do Concafé nos anos de 2017, 2018, 2019 e 2020. Além de ter conquistado o primeiro lugar em qualidade em 2018, e segundo lugar em 2019. E também o 2º e 4º lugares em qualidade no Coffee of the Yar – Conilon e Robusta nacional em 2018 e 2019. “O cafeicultor Ronaldo da Silva Bento e sua família estão escrevendo uma importante página na cafeicultura rondoniense”, destacou.

Assessoria