Connect with us

Hi, what are you looking for?

Economia

Auxílio emergencial: confira como fica o calendário com antecipação da 2ª parcela

Novo calendário permitirá que 29 milhões de famílias tenham acesso ao benefício mais cedo. Intervalo será mais curto para quem faz aniversário nos meses do final do ano. Datas para cadastrados no Bolsa Família permanecem inalteradas

CorreioBraziliense

O governo anunciou a antecipação do calendário de crédito e de saques da segunda parcela do auxílio emergencial para as pessoas inscritas nos meios digitais e no Cadastro Único. Para beneficiários do Bolsa Família não houve alteração. A medida foi oficializada por meio da Portaria nº 630, publicada no Diário Oficial da União e assinada pelo ministro da Cidadania, João Roma. A antecipação da parcela permitirá que 29 milhões de famílias tenham acesso mais cedo ao benefício.

Para os aniversariantes de janeiro, porém, o repasse do dinheiro para as contas digitais permanece em 16 de maio. As mudanças começam para os aniversariantes de fevereiro, que, pelo calendário anterior, passariam a receber o depósito no próximo dia 19. Com a antecipação, serão beneficiados já no dia 18.

Os aniversariantes do final do ano terão uma mudança maior. Quem faz aniversário em novembro, e deveria receber o dinheiro na conta em 13 de junho, agora receberá em 28 de maio. Os nascidos em dezembro seriam beneficiados em 16 de junho; com a atualização, a data foi antecipada para 30 de maio.

“O governo federal tem estudado cotidianamente formas de abreviar o calendário do auxílio emergencial, dentro de uma responsabilidade com a logística de pagamentos e sempre evitando aglomerações, para que a população tenha acesso a esses recursos com a maior celeridade possível. Essa segunda antecipação é mais um retrato de um olhar humano para as necessidades da nossa população”, disse o ministro, por meio de nota.

A mudança vale para a segunda parcela do auxílio emergencial e, segundo a Caixa Econômica Federal, o segundo ciclo, antes previsto para terminar em 8 de julho, será encerrado em 17 de junho. “Com o que aprendemos no ano passado, somado ao que estamos vivenciando neste momento, temos a certeza de que podemos fazer essa antecipação com segurança, respeitando todos os protocolos de enfrentamento da covid-19”, explicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Saques

A alteração do calendário também mudou a data dos saques em dinheiro das contas digitais. Para os nascidos em janeiro, a retirada do benefício, anteriormente prevista para 8 de junho, foi antecipada para 31 de maio. Os que nasceram no final do ano terão uma mudança maior. Quem faz aniversário em dezembro, e que devia ter acesso ao saque em 8 de julho, terá o dinheiro disponível a partir de 17 de junho.

Os beneficiários do Bolsa Família permanecem com as datas inalteradas, ou seja, as pessoas cadastradas no programa do governo federal vão receber o auxílio emergencial nas datas previstas no calendário em vigor. A movimentação do benefício pode ser feita pelo aplicativo Caixa Tem e em qualquer lotérica do Brasil. Ainda existe a opção de saque por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Fique atento

Liberação da segunda parcela do auxílio emergencial

Mês de nascimento — Crédito em conta — Saque a partir de
Janeiro — 16/5 — 31/5
Fevereiro — 18/5 — 1/6
Março — 19/5 — 2/6
Abril — 20/5 — 4/6
Maio — 21/5 — 8/6
Junho — 22/5 — 9/6
Julho — 23/5 — 10/6
Agosto — 22/5 — 11/6
Setembro — 26/5 — 14/6
Outubro — 27/5 — 15/6
Novembro — 28/5 — 16/6
Dezembro — 30/5 — 17/6

Fonte: Caixa Econômica Federal

CorreioBraziliense

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...