politica

Bolsonaro destaca ações do governo na última semana

O presidente da República, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais logo no início da manhã desta sexta-feira (19) para destacar ações do governo por meio de vários ministérios. Uma delas foi pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a 63, 5 milhões de pessoas. O valor pago já totaliza R$ 81,3 bilhões.

Bolsonaro também ressaltou a liberação pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública de R$ 502 milhões aos 26 estados e ao Distrito Federal para compra de equipamentos, novas tecnologias, viaturas e capacitação dos profissionais de segurança pública. “Mais R$ 755 milhões serão repassados até o final deste ano, totalizando R$ 1,2 bilhão. O valor será o maior já repassado pela pasta às forças de segurança pública locais”, disse.

Rodovias

O presidente lembrou ainda ações de apoio aos caminhoneiros durante a pandemia como a realização de testes rápidos para Covid-19 e distribuição de kits com máscara reutilizável. Em Belo Horizonte (MG) o material está sendo distribuído por meio de uma parceria com empresa concessionária, Polícia Militar e SEST/SENAT.

Outro ponto comemorado foi o início das obras de duplicação de 40,34 km na BR-116/BA. “Esta é uma das principais rodovias brasileiras e um dos mais importantes eixos de ligação entre municípios do Noroeste baiano”, afirmou.

Apreensão de drogas também entrou no balanço. Jair Bolsonaro afirma que esta semana, nas BRs do Paraná, foram apreendidos mais de 1.1 kg de maconha, em diversas ocorrências. Outras 3,5 toneladas de drogas também foram apreendidas em menos de quatro horas no Mato Grosso do Sul (MS). “Ontem (18) entre 9h e 13h, quatro ocorrências resultaram na apreensão de 3.541kg de maconha e skunk”, ressaltou.

Sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Regional o destaque foi a retomada da construção de mais de 729 moradias populares nos estados de São Paulo e no Amazonas. A iniciativa também deve gerar cerca de 2,6 mil empregos.

O presidente conclui as publicações com um destaque sobre as investigações sobre fraudes na saúde durante pandemia já atinge governos de mais de 7 estados e valor investigado chega a R$ 1,07 bilhão. As operações, que envolvem a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União, já identificaram irregularidades na Saúde em cidades de Pernambuco, Rio de Janeiro, Acre, Rondônia, Pará, Maranhão e Amazonas.

Ao deixar o Palácio da Alvorada nesta sexta-feira, Bolsonaro não parou para falar com apoiadores. O presidente cumpre agenda no Palácio do Planalto, em Brasília.

Por Agência Brasil

Tags