O Rondoniense
Brasil politica

Bolsonaro se nega a mostrar exames que teriam dado negativo para coronavírus

Divulgação

Presidente teve contato com pelo menos 23 pessoas infectadas com a doença. Um deles foi o general Heleno, que se reuniu com Bolsonaro na véspera de seu teste positivo

O presidente Jair Bolsonaro não compartilhou, até então, os documentos que comprovam seus testes para o coronavírus. Presidente realizou dois exames e disse que ambos deram negativo, apesar de ter se reunido com pelo menos 23 pessoas infectadas com a doença.

A Folha de S.Paulo informou que solicitou os documentos à Secretaria Especial de Comunicação (Secom), mas não obteve resposta.

Atitude de Bolsonaro vai na contramão do que foi feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que divulgou um documento oficial assinado por seu médico, atestando que a análise não havia detectado o coronavírus.

Até agora, 23 pessoas que viajaram com Bolsonaro aos Estados Unidos no começo do mês estão com a doença. Uma delas foi o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno.

O ministro se reuniu três vezes com Bolsonaro, sem o uso de máscara, na véspera do resultado de seu teste para o Covid-19. Ainda, nesta sexta-feira (20) outros assessores presidenciais foram confirmados com o coronavírus, sendo que dois deles têm contato frequente com Bolsonaro: o ajudante de ordem Mauro Cid e o assessor Filipe Martins.

Fonte: Revista Fórum

Below