Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

Brasil sobe para 8º no ranking de vacinação contra a Covid-19

Zélia de Carvalho Morley, de 106 anos, e Paulo Cesar Cunha Fabiano, de 70, são vacinados contra a Covid-19 no Rio em 20 de janeiro. Zélia tinha 3 anos na época da pandemia da gripe espanhola, em 1918 — Foto: Bruna Prado/AP

Mais de 94 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo e o Brasil subiu para oitavo no ranking de países, aponta levantamento desta segunda-feira (1º) do projeto “Our World in Data”.

Brasil tem pouco mais de 2 milhões de vacinas aplicadas até o momento (na quinta, o país ocupava a 12ª posição do ranking, com 1,13 milhão de vacinados). Os Estados Unidos seguem na liderança, com 31,12 milhões de doses administradas.

Completam o top dez: China (22,77 milhões), Reino Unido (9,47 milhões), Israel (4,74 milhões), Índia (3,74 milhões), Emirados Árabes Unidos (3,33 milhões), Alemanha (2,32 milhões), Brasil (2,07 milhões), Turquia (1,99 milhões) e Itália (1,96 milhões).

Entre a 11ª e 15ª posições estão: França (1,53 milhões), Espanha (1,47 milhões), Polônia (1,16 milhões), Rússia (1 milhão) e Canadá (937 mil).

Ranking proporcional

Israel lidera os rankings proporcionais à população. Mais de um terço da população já recebeu ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19 e um quinto já foi completamente imunizada.

Os países com mais pessoas que receberam ao menos uma dose são: Israel (34,74%), Emirados Árabes Unidos (31,18%), Reino Unido (13,22%) e Bahrein (10,02%).

Brasil aparece em 34º neste levantamento (0,96% da população vacinada com ao menos uma dose), atrás da Croácia (1,41%) e à frente da Costa Rica (0,90%).

Os países que têm mais habitantes completamente imunizados são: Israel (19,98%), Emirados Árabes Unidos (2,53%), EUA (1,71%), Islândia (1,41%) e Dinamarca (1,25%).

Consórcio da imprensa

O número de vacinados no Brasil contabilizados pelo “Our World in Data” (2,07 milhões) é um pouco diferente do levantamento do consórcio de veículos de imprensa (2,05 milhão).

O consórcio coleta informações diariamente com Secretarias de Saúde estaduais e do Distrito Federal, enquanto o “Our World in Data” usa dados de uma plataforma colaborativa.

Ele é um projeto colaborativo de pesquisadores da Universidade de Oxford e da ONG Global Change Data Lab que acompanha dados públicos sobre a pandemia e outros assuntos de repercussão mundial.

G1

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...