Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Campanha chega na última semana com baixa procura da terceira etapa

Imunização segue até 24 de julho com 40% das crianças, grávidas e puérperas vacinadas até agora

Após ser prorrogada quatro vezes pelo Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe deve ser encerrada na próxima sexta-feira (24) em todo o Brasil. Em Porto Velho, a baixa adesão do grupo prioritário da terceira fase é motivo de preocupação para a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Crianças a partir de seis meses a menores de seis anos, puérperas, gestantes e adultos com idade entre 55 e 59 anos fazem parte do grupo previsto nesta última etapa da campanha. “Justamente as pessoas mais vulneráveis que menos procuraram. Isso é motivo de preocupação, pois estamos entrando no tempo seco, quando a fumaça e a poeira ajudam a aumentar os casos de problemas respiratórios, principalmente das nossas crianças que acabam necessitando de internação. E não queremos isso”, alerta a secretária-adjunta e médica pediatra, Marilene Penati.

Conforme dados do Departamento de Imunização da Semusa, o município imunizou até o momento 85.968 pessoas, o que representa 82% de cobertura do público em geral. Já no grupo da terceira etapa os números são bem inferiores com 42% de cobertura das crianças, 46% de grávidas, 43% das puérperas e 61% de adultos entre 55 a 59 anos imunizados.

Segundo a gerente de Imunização da Semusa, Elizeth Gomes, a procura pela vacina aumentou na última semana, mas ainda abaixo do esperado. “Precisamos vacinar mais de 90% do nosso público, mas entramos na última semana da campanha com os números muito abaixo do que esperávamos”, avalia.

Todas as unidades básicas de saúde estão preparadas para realizar a vacinação na população. Cada unidade estabeleceu sua rotina de trabalho de forma a atender melhor a comunidade local. Desde o dia 13 de julho a Semusa estendeu o benefício da vacinação para os demais públicos, porém priorizando o grupo da terceira fase.

“Pedimos que a população procure as unidades obedecendo as regras de segurança sanitárias como o uso de máscara, distanciamento nas filas, fazer uso do álcool em gel disponível nas unidades e evitar aglomeração. Alertamos que essa é a última oportunidade para quem ainda não se vacinou”, finaliza Elizeth Gomes.

Comdecom

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...