Siga nossas redes sociais!

Hi, what are you looking for?

Capital

Cemitério Santo Antônio em Porto Velho está quase sem vagas para sepultamento

O administrador do cemitério de Santo Antônio, Giberson Morais, disse que o enterro diário de cadáveres, principalmente vítimas de COVID-19, em Porto Velho, colapsou o local, que agora possui poucos espaços para enterros, mesmo com a abertura de novos pontos para sepultamento.

A declaração do administrador durante a reunião do Conselho Gestor da Prefeitura que trata da concessão dos cemitérios de Porto Velho, tanto da região urbana, quanto dos distritos ribeirinhos. A solução apontada na reunião é a possibilidade de contratação emergencial de vagas em cemitérios privados.

Sobre o Procedimento de Manifestação de Interesse 003/2018, que pode levar à concessão dos cemitérios à iniciativa privada, o processo já foi finalizado e encaminhado à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semusb) para a realização de audiências públicas, antes da licitação.

Após a concessão, a construção de uma nova unidade cemiterial, segundo o Conselho Gestor da Prefeitura, levará pelo menos dezoito meses, ou seja, um novo cemitério para sepultamentos em massa na cidade de Porto Velho ainda deve levar aproximadamente dois anos.

Assessoria

Comente
Avatar
Escrito por:

Você pode gostar

Destaques

As Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil, divulgadas nesta quinta-feira (04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que...

Economia

Fatores como afazeres domésticos trazem limitações

Capital

A Prefeitura de Porto Velho promove desde o início deste ano o diagnóstico participativo com os administradores dos 14 distritos, visando a articulação de...

Brasil

Movimentação intensa de pessoas nos bares do entorno da Rua Dias Ferreira, no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro