Interior

Cheias do Rio Madeira desabriga quase 800 famílias em Rondônia

O grande aumento no número de pessoas desabrigadas pelas cheias dos rios Madeira, Mamoré e Candeias, em Rondônia. Subiu para 152 famílias, no total de 756 pessoas o número de desabrigados em Porto Velho. Desse total, 438 ficaram desalojados. Em Nova Mamoré, o rio Mamoré desabrigou seis famílias totalizando 27 pessoas e 19 estão desalojadas, somando 42 pessoas.

A Comissão Estadual de Defesa Civil, que controla a situação na sede do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM-RO), no Bairro Olaria, volta agora suas atenções para o município de Candeias do Jamari, a 18 quilômetros da Capital, onde 53 famílias estão desabrigadas, totalizando 134 pessoas. Desse número, 27 famílias com 80 pessoas estão desalojadas, o nível do rio Madeira permanecia na manhã desta terça-feira (12) entre 17m e 17m30 em Porto Velho, com probabilidade de elevar-se em Abunã. Os bairros Triângulo, São Sebastião e a antiga Vila Milagres tem o maior número de famílias atingidas.

Já em Guajará-Mirim, na fronteira brasileira com a Bolívia, o rio Mamoré vai subir, informa o Sistema de Alerta Hidrológico do Rio Madeira, operado pelo Serviço Geológico do Brasil-CPRM, tem funcionado assim: o primeiro contato de famílias desabrigadas é feito com a Defesa Civil Municipal. Quando vê esgotados seus recursos, esta comunica-se imediatamente com a Defesa Civil do Estado

Para o comandante, a experiência de 2014 proporcionou mais experiência à Defesa Civil. “Na cheia atual, a organização é bem melhor, porque houve prevenção”, ele destacou.

“A cheia é um fenômeno natural, mas a moradia em área de risco ainda provoca reuniões e dá trabalho a órgãos públicos federais e estaduais que poderiam cuidar mais de sua agenda de trabalho”, considerou o comandante. Exemplificou: “DNIT, DER, Seas, PM, Saúde e os próprios bombeiros estariam cumprindo folgadamente sua rotina de trabalho, não fosse ter que socorrer demandas apresentadas pela Defesa Civil”.

-Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios