Mundo Saúde

Cientistas japoneses lançam estudo clínico sobre nova vacina contra o ebola

Foto: Divulgação
Above

Cientistas japoneses anunciaram, nesta sexta-feira (6), o lançamento de um estudo clínico para provar a eficácia de uma nova vacina contra o mortal vírus do ebola, que atualmente atinge a República Democrática do Congo (RDC).

Desenvolvida por pesquisadores do instituto de ciências médicas da Universidade de Tóquio, essa vacina foi testada até agora em macacos e não em humanos e é baseada em uma forma inativa do vírus.

“Acreditamos que há esperança para uma nova vacina segura e que ela possa ser produzida efetivamente”, afirmou Yoshihiro Kawaoka, especialista em doenças infecciosas que ajudou a desenvolver a vacina.

O estudo clínico começará este mês com 30 voluntários do sexo masculino em boa saúde, que receberão duas doses da vacina com intervalo de um mês.

Vírus fatal

Vindo da África Ocidental, o vírus ebola é transmitido pelo sangue e outros fluidos corporais. Se manifesta por febre muito alta, dores musculares e articulares, dores de cabeça e de garganta e, às vezes, hemorragias.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus mata em média metade das pessoas infectadas e, às vezes, até 90% delas. Os sobreviventes podem ter sequelas para o resto da vida.

Atualmente, são utilizadas duas vacinas contra o ebola na RDC para combater a epidemia que assola o país: Ervebo, que a União Europeia acaba de autorizar e, mais recentemente, uma vacina experimental do laboratório americano Janssen.

A epidemia na RDC deixou 2.200 mortos desde agosto de 2018. É a epidemia mais grave desde a de 2014/2016, na qual mais de 11.000 pessoas morreram na África Ocidental, acelerando as pesquisas de vacinas.

Foto: G1 – Bem estar

Below