Cultura Destaques Filmes Videos

CINEMA – E o Oscar vai para… – Por Humberto Oliveira

Neste domingo, 9, acontece mais uma cerimônia de entrega do Oscar. Uma cerimônia longa, cansativa e chata, afinal são mais de três horas de discursos, uns patéticos, outros inflamados, e às vezes até emocionantes. Estou na torcida por Era uma vez em Hollywood, para melhor filme, embora seja quase certa a vitória do tecnicamente quase perfeito 1917, de Sam Mendes.
Também torço para Martin Scorsese levar o de melhor diretor. Ele merece. Ainda para Era uma vez em Hollywood, o Oscar de melhor roteiro original e ator para Leonardo DiCaprio. Será? Quanto ao Irlandês? Tem muitas indicações, mas as chances são mínimas. No entanto, é o melhor filme entre os indicados. Ah, Coringa, sim, vem ganhando todos os prêmios na categoria melhor ator. Joaquim Phoenix realmente merece. Levou o Globo de Ouro e outras premiações. Somente uma zebra gigantesca para tirar a estatueta de suas mãos. Vamos torcer.
Para ser sincero, deixei de assistir o Oscar há dez anos e acompanho apenas os resultados. Hoje, com as mídias sociais e sites de cinema, é tudo imediato. Para mim perdeu a graça. O bom era esperar para assistir a cerimônia sem saber os resultados. Ficar na expectativa. Os especialistas dão tantos palpites que torcer por este filme, diretor ou ator e atriz, perdeu a motivação e a graça. Mas ficou impossível, mesmo não assistindo a cerimônia, não ficar curioso sobre os resultados. Coisas de fã e de cinéfilo.
E O OSCAR VAI PARA…