Destaques Economia Rondônia

Com 1.612 casos de coronavírus no estado, governador altera critérios de abertura do comércio

O governador Marcos Rocha, informou em uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta – feira (13), que irá apresentar um novo decreto estabelecendo as atividades comerciais que serão liberadas no estado de Rondônia. Segundo o próprio Governador, o decreto irá permitir a abertura de lojas para entrega de mercadorias. Pela ideia inicial, apenas as empresas prestadoras de serviços essenciais iriam abrir, porém na tarde desta quarta – feira, o chefe do executivo estadual mudou alguns critérios.

Isso seria feito para manter as pessoas em casa, mas agora a regra mudou: se houver atendimento isolado nas empresas, elas poderão abrir, disse Marcos Rocha em coletiva durante a tarde.

O decreto deve ser apresentado ainda na noite desta quarta-feira (13) e começa a valer na primeira hora da madrugada. O governante não deu detalhes, mas disse que foi planejado ouvindo todos os setores, incluindo a Assembleia Legislativa e a classe empresarial.

Acompanhe a coletiva:

Marcos Rocha não deu detalhes do conteúdo do decreto, porém, deixou claro que algumas empresas não consideradas essenciais, que iriam abrir somente na Fase 2, poderão abrir parcialmente na Fase 1, para entrega de produtos, sistema conhecido como drive thru.

A abertura de igrejas, ainda não serão permitido.

Quanto à capital do estado, Porto Velho,  será implantado a Fase 1 –  “Distanciamento Social Ampliado”, e, segundo o secretário de Governo, Basílio Leandro, será o único Município nessa fase. “Devemos seguir o que o Estado definir”, afirmou.

Conheça o Plano de Ação – Todos por Rondônia

Casos de coronavírus em Rondônia

Segundo o site do Ministério da Saúde, Rondônia possui 1.612 casos confirmados de coronavírus.