politica

Comandante Geral da Polícia Militar de Rondônia deixa o cargo

Divulgação

Coronel Ronaldo Flores teria manifestado descontentamento com o descaso do governador em relação à tropa.

Era só uma questão de tempo. O Comandante Geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel Ronaldo Mauro Flores, entrega amanhã o cargo para o coronel Alexandre Luiz de Freitas Almeida, que estava trabalhando na Corregedoria da PM. O Governo deve anunciar a troca nas próximas horas.
Para amigos próximos, coronel Ronaldo disse que está saindo do comando tranquilo e com o dever cumprido. Sua única decepção é não ter podido atender algumas demandas da corporação já que muita coisa não dependia somente dele. A economia interna feita pela PM para reverter em ganho salarial para a categoria é um dos pontos mais fortes do descontentamento do coronel Ronaldo.
O Governador teria aprovado a iniciativa antes de assumir o cargo e depois virado às costas para os colegas de farda. Um oficial, que pediu para não ser identificado, informou que o desprestígio aos colegas de farda era tão grande que em quase um ano e meio de governo, Marcos Rocha foi uma única vez até o Quartel Geral, que foi no aniversário da Polícia Militar.
O subcomandante Rildo Flores também deixa o cargo e será substituído pelo coronel Plínio Sérgio.
Rondoniaovivo