politica

Comissão de fiscalização deve observar os limites do governo federal, diz Confúcio

Reprodução da TV Senado

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) afirmou em pronunciamento nesta segunda-feira (27) que a comissão de fiscalização dos gastos decorridos em função do decreto de calamidade em função do coronavírus deve avaliar os resultados e checar se os recursos estão sendo transferidos à população, aos estados e municípios e às empresas.

— O objetivo maior foi a transparência. É ajudar o governo a fiscalizar tudo que está acontecendo. O governo é muito grande, o Brasil é muito grande. Nós estaremos debruçados, com uma equipe valorosa de técnicos, para mapear e expedir relatórios ou boletins.

Presidente da comissão, Confúcio disse ainda que é preciso ainda observar qual é o limite do governo federal.

— Qual é o máximo que ele pode gastar? Qual é o máximo do endividamento que podemos fazer? Qual é o máximo de ações que podemos fazer, além do previsto no Orçamento, para que a gente não afunde o Brasil em uma depressão econômica e consiga rapidamente, após a crise, começar a trilhar um rumo bom.

O senador afirmou também que a comissão vai realizar audiências públicas bimestrais com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para debater o resultado do trabalho.

Veja o vídeo aqui.

Fonte: Agência Senado