Brasil politica

COMO ASSIM? – Em 1ª sessão de 2020, Câmara registra presença de só 65 dos 513 deputados

Na primeira sessão de 2020, que marca marca a volta aos trabalhos, a Câmara dos Deputados registrou hoje a presença de apenas 65 dos 513 deputados federais na Casa, segundo o sistema eletrônico.

Até a última atualização desta reportagem não foi possível conferir quantos dos 81 senadores também estavam no Congresso.

Em todo início de ano é realizada a sessão solene conjunta — entre Senado Federal e Câmara dos Deputados — para marcar o retorno às atividades legislativas. A cerimônia é conduzida pelo presidente do Congresso e do Senado, no caso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), mas realizada no plenário da Câmara por ser mais espaçoso.

Como de costume, o ministro-chefe da Casa Civil leva ao Congresso uma mensagem do presidente da República. O atual chefe da pasta, Onyx Lorenzoni (DEM), entregou à Mesa as palavras de Jair Bolsonaro (sem partido), que está em São Paulo, onde visitou a Fiesp e lançou a pedra fundamental de uma escola militar.

O próprio líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), viajou para São Paulo hoje de manhã para acompanhar a comitiva presidencial na capital paulista, assim como o deputado e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Secretaria de Governo, responsável pela articulação política do governo federal com o Congresso, general Luiz Eduardo Ramos.

Além de Onyx, os únicos ministros de Estado presentes à sessão solene hoje foram Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), Tereza Cristina (Agricultura) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social).

O evento também contou com discursos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e do Rodrigo Maia. Até as 16h, somente Maia havia sido aplaudido entre todos os presentes.

O Rondoniense/UOLcom