Rondônia

Conclusão da ponte sobre o Rio Barão de Melgaço em Pimenta Bueno

A cerca de 60 quilômetros do município de Pimenta Bueno, situada na RO-491, que liga a BR-364 à RO-482, a ponte de concreto sobre o Rio Barão de Melgaço foi concluída pelo Governo do Estado de Rondônia, através do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) nesta semana, e dá novo tráfego a um trecho de aproximadamente 40 km, ligando a comunidade do setor Dimba e também facilitando o acesso à jazida de calcário, promovendo a integração de toda a região.

“Essa ponte é um desejo antigo da comunidade de toda a região. Além de facilitar o tráfego para centenas de produtores rurais, pecuaristas, agricultores,  facilitará também o transporte escolar de estudantes do entorno. Por isso nossos sinceros agradecimentos ao Governador Marcos Rocha, que concluiu essa obra e trouxe essa conquista para Pimenta Bueno”, agradeceu o prefeito Arismar Araújo.

A construção da ponte em concreto protendido tem aproximadamente 80 metros de extensão, oito metros de largura e um metro e meio destinado à travessia de pedestres. Foram investidos na obra R$ 2.740.895,78 (Dois milhões, setecentos e quarenta mil, oitocentos e noventa e cinco reais e setenta e oito centavos), recursos do Fundo de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Fitha), destinados para a recuperação das estradas municipais, construção e recuperação de pontes, abertura, alargamento e conservação de vias de acessos na zona rural e ainda na compra de maquinários, equipamentos, peças e combustível.

Além da conclusão da obra, o DER continua com os trabalhos para manter a trafegabilidade nas rodovias estaduais, assim como na RO-491 onde foi construída a ponte.

“Esta ponte sobre o Rio Barão de Melgaço talvez seja uma das obras mais importantes para Pimenta Bueno. Ela interliga o município, que é dividido pelo Rio, e integra setores de importante produção agrícola e pecuária e os moradores do Setor Dimba. Além da conclusão da ponte, o DER tem trabalhado para manter toda a RO-491 em boas condições de tráfego, substituindo inclusive as pontes de madeira por galerias e tubos Armco”, destaca o residente da 11ª Residência do DER, Thiago Fajardo.

Texto: Giliane Perin
Fotos: Thales Albuquerque/ Engenheiro Civil do DER
Secom – Governo de Rondônia