Início Interior Confirmada emenda de Luizinho de R$ 1,375 milhão para medicamentos em Vilhena...

Confirmada emenda de Luizinho de R$ 1,375 milhão para medicamentos em Vilhena é assinada

Valor será suficiente para adquirir medicamentos para 4 meses no Hospital Regional

Confirmada emenda de Luizinho de R$ 1,375 milhão para medicamentos em Vilhena é assinada ORondoniense
Confirmada emenda de Luizinho de R$ 1,375 milhão para medicamentos em Vilhena é assinada ORondoniense

Na tarde desta quinta-feira, 6, o prefeito Eduardo Japonês recebeu o convênio de R$ 1,375 milhão da Secretaria de Saúde com o município para a aquisição de remédios para o Hospital Regional de Vilhena (HRV). O recurso é proveniente de emenda do deputado estadual Luizinho Goebel e foi assinada pelo secretário de Estado de Saúde, Luis Eduardo Maiorquim.

A Prefeitura participa também do valor oferecendo contrapartida de R$ 125 mil. De acordo com Japonês, a iniciativa poderá garantir até 3 ou 4 meses de medicamentos para o HRV. “Estamos dando prioridade total à Saúde. Somos gratos ao deputado Luizinho que nos beneficia sempre com suas emendas para a saúde, assim como fez durante 2018 e 2017. Um verdadeiro parceiro de Vilhena, nos ajudando quando precisamos”, garantiu.

Na viagem estavam também o secretário de saúde Afonso Emerick, o vereador Ronildo Macedo, o assessor executivo Gilson Ferreira e a secretária adjunta de Saúde Maria do Socorro.

A previsão é que o valor seja depositado na conta da Prefeitura nos próximos dias, possivelmente até mesmo ainda em dezembro ou início de janeiro. “Estamos ansiosos para resolver todos os problemas do Hospital. A busca por recursos federais e estaduais é fundamental porque a Prefeitura não tem caixa suficiente para manter todas as despesas da Saúde adequadamente, que atende um público de até 250 mil pessoas no Cone Sul e Norte do Mato Grosso”, explica Afonso Emerick.

O deputado estadual Luizinho reafirmou seu compromisso com a cidade. “Estou em contato diário com vilhenenses que me passam todas as necessidades. Às vezes ficamos entre a Cruz e a Espada, tendo de escolher entre duas situações urgentes para onde destinar as emendas. A Saúde, no entanto, é nossa prioridade. Vidas podem ser salvas com ações em prol do nosso Hospital”, completou.

Semcom