Mundo

Conte diz que Natal italiano precisará ser “sóbrio” para frear contágios

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta terça-feira que será necessário um Natal “sóbrio”, sem grandes celebrações, pois uma semana de intensa socialização significará um aumento na curva de contágios em janeiro.

“No Natal, temos que nos preparar para passar as férias de uma maneira mais sóbria: danças, celebrações, beijos e abraços não serão possíveis”, disse em discurso à assembleia dos municípios italianos (ANCI).

Por EFE