Siga nossas redes sociais!

Hi, what are you looking for?

Interior

Coren-RO considera injustos valores oferecidos a profissionais de Enfermagem em chamamento emergencial de Ji-Paraná

O Conselho Regional de Enfermagem vem a público se manifestar contrário ao chamamento para contratação emergencial em Ji-Paraná, para plantão extraordinário de enfermeiros e técnicos de Enfermagem, oferecendo valores indignos para o exercício da profissão em plantões de 12 horas.

Para os técnicos, o chamamento lançou o valor de R$  100, e para os enfermeiros o valor é de R$  180. A prefeitura de Ji-Paraná ainda exige que os candidatos às vagas não possuam comorbidades e tenham menos de 54 anos de idade.

Apesar de não existir lei que estabeleça piso salarial para a categoria, a plenária do Coren-RO aprovou no ano passado, na Decisão Coren-RO nº 017/2020, o Piso Salarial Ético, que define remunerações com base em pesquisas realizadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e pela Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE).

A decisão ainda prevê reajuste anual, pela variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), elaborado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sendo assim, o Coren-RO, considera indigno tal chamamento, que desvaloriza os profissionais de Enfermagem do estado.

COREN/RO

Comente
Avatar
Escrito por:

Você pode gostar

Capital

Na última segunda – feira (1º), a Petrobrás anunciou mais um reajuste de preças para as refinarias. Este é o quinto aumento nos preços...

Capital

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, firmou em Brasília, nesta terça-feira (02), protocolo de intenções para aderir ao consórcio público que será instituído...

Capital

A Prefeitura de Porto Velho divulgou nesta terça-feira (2) o edital para o cadastramento dos artistas locais. O objetivo é credenciar esses profissionais para...

Destaques

No início da tarde desta terça- feira (2), o Governo de Rondônia publicou o Decreto nº 25.853/21, que segundo o Executivo Estadual, impõe medidas...