Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Brasil

Crianças e idosos são as principais vítimas de internações por doenças respiratórias

Segundo Cristiano Silveira, diretor de políticas públicas do Instituto Unidos Pela Vida, doenças como fibrose cística, asma grave, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e hipertensão pulmonar têm aumentado, especialmente entre crianças e idosos

CorreioBraziliense

Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mostram que as doenças respiratórias são uma das principais causas de internações hospitalares no país. Nos últimos anos, a incidência de problemas pulmonares graves como fibrose cística, asma grave, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e hipertensão pulmonar têm aumentado, especialmente entre crianças e idosos, afetando a qualidade de vida deles.

Cristiano Silveira, diretor de políticas públicas do Instituto Unidos Pela Vida, ressalta que a fibrose cística afeta os sistemas respiratório, digestório, hepático e geniturinário. Segundo o especialista, a fibrose cística é uma doença muito complexa, com caráter progressivo e potencialmente letal. Além disso, seu tratamento é difícil, com medicamentos caros e pede a dedicação de, ao menos 2 horas por dia, do paciente para os procedimentos. “Essa doença ainda não tem cura. Eu ainda ressalto isso porque a evolução tecnológica nesse campo é muito grande. A gente tem muita esperança de que isso mude muito em breve”, afirma.

Ele explica que um dos principais sintomas da doença é o aumento de sal no suor do paciente. Por isso, a fibrose cística é popularmente conhecida como “Doença do Beijo Salgado”, e uma de suas principais formas de diagnóstico se dá por um teste no suor. “É muito importante que avós, tios ou pais tenham conhecimento desses sintomas, porque, às vezes, são eles que fazem esse diagnóstico ao beijar a testa da criança e sentir esse suor mais salgado que o normal”, diz.

Apesar de rara, a doença tem sido vista em um maior número de casos nos últimos anos e é facilmente confundida com outro tipo de enfermidade. “A fibrose cística é muito confundida por ter sintomas semelhantes aos de outras doenças, inclusive respiratórias”, explica. Os principais sintomas são: pneumonia de repetição, tosse crônica, diarreia, suor mais salgado. Para o diagnóstico, os exames mais comuns são o Teste do Pezinho, Teste do Suor e exames genéticos. “Os testes genéticos também têm o papel de apontar se essa criança tem variantes ou mutações que são elegíveis às novas medicações, que são quase personalizadas, uma vez que atuam em mutações específicas da doença”, ressalta.

CorreioBraziliense

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...