Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cultura

Cultura afrodescendente é fortalecida em calendário cultural do Estado de Rondônia

O Governo de Rondônia, por intermédio da Coordenadoria de Cultura da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), vem criando políticas favoráveis ao fortalecimento das culturas afrodescendentes. O Dia da Consciência Negra é comemorado na próxima sexta-feira (20), instituído pela Lei Federal nº 12.519. A data proporciona a reflexão sobre o racismo e as suas implicações na atualidade e pretende evidenciar as desigualdades e violências contra a população negra ainda existente em nossa sociedade. Embora ainda haja muito a ser feito para vivermos em uma sociedade que cultua a paz,

As políticas públicas estaduais se refletem no apoio dado a eventos como a Festa do Divino Espírito Santo que passa por  vários municípios do Vale do Guaporé, com destaque para Guajará-Mirim, e eventos alusivos à memória de Tereza de Benguela, símbolo da luta pela construção de uma cultura sem discriminação racial. Eventos que fazem parte do calendário cultural do Estado e orçamentado pela Sejucel.

Em Rondônia, há a Lei 4266, de 27 de Abril de 2018, que institui, em âmbito estadual, a data de 25 de julho como o marco à “Memória de Tereza de Benguela e o Dia da Mulher Negra”,  representada pela “Rainha Tereza”, símbolo de luta e resistência.

O técnico da Sejucel, professor doutor Alécio Valois Pereira de Araújo, destaca que as datas relacionadas à cultura afrodescendente como parte do calendário oficial reflete positivamente dentro do Estado. “O Governo de Rondônia ter previsto em seu orçamento o apoio à Festa do Divino Espírito Santo e ao dia alusivo a Tereza de Benguela, pode e deve ser entendido como uma prova cabal de que o governador reconhece a importância dos valores culturais dos afrodescendentes para a construção da identidade rondoniense”, esclarece o professor.

Os dois eventos que valorizam os negros no Estado, neste ano, não poderão ser realizados devido à pandemia.

A data foi escolhida em 2011, por meio da Lei nº 12.519, como o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra”. A escolha da data foi uma referência à morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes quilombolas do país.

SEJUCEL

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Cultura

Oi, aqui é o Álisson, prazer, quem me conhece pessoalmente sabe que sou bocudo  –  em várias variáveis, inclusive. Começo pelo meu fenótipo: boca...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...