Capital

De 39 casos suspeitos de sarampo na capital, 35 já foram descartados

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa) realizou 39 investigações de suspeita de sarampo na capital desde o mês de junho. Desse montante, apenas o caso de um bebê de 9 meses foi confirmado, outros três ainda aguardam o resultado dos exames, que são feitos fora do estado, e 35 deles foram descartados.

“Em todos esses casos, nós realizamos o bloqueio vacinal de imediato, sem esperar o resultado dos exames, conforme a situação do cartão de vacina daqueles que tiveram contato com a pessoa sob suspeita, explicou Elizeth Gomes, gerente de Imunização do Departamento de Vigilância em Saúde da Semusa.

A diretora da Vigilância em Saúde, Régia Pacheco, frisou também que no processo de investigação, enquanto é feita a imunização, os técnicos realizam a busca ativa, ou seja, passam de casa em casa para alertar, orientar e identificar possíveis contaminações.

Tríade do sarampo

O sarampo é uma doença viral infecciosa aguda, grave, transmissível, altamente contagiosa e comum na infância, porém, nem toda dermatose, mancha que aparece no corpo, é sarampo. “A doença tem peculiaridades como febre, tosse e conjuntivite”, explicou o coordenador Municipal de Doenças Exantemáticas, César Augusto Bezerra.

-As manchas vermelhas começam pelo rosto, depois tórax e se alastram pelos membros inferiores.

Sintomas

-As manchas não coçam

-Mancha na garganta visível ao exame clínico.

– E apresentar a tríade – febre, tosse e conjuntivite

Telefone para contato

Para suspeita ou dúvidas a população pode ligar no Centro de Informações Estratégicas em vigilância em Saúde (CIEVS): (69)3901-2835 ou 98473-7909.

Comdecom

Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios