Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Rondônia

Deputado Lazinho da Fetagro questiona retomada das aulas presenciais sem os devidos cuidados

O deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (03), para apontar alguns questionamentos acerca da retomada das aulas presenciais na rede estadual de ensino, programada para o próximo dia 09.

“Faço alguns questionamentos sobre a retomada das aulas no próximo dia 09. Fui informado que o meio rural, não tem como iniciar, pois não tem transporte escolar. Temos o desafio do professor acumular aula presencial, aula remota e aulas impressas. Não temos 40% de nossa população vacinada, isso precisa ser observado. A Seduc vai definir o percentual de alunos por salas, mas como será esse controle?”, indagou.

Lazinho também argumentou que “o Estado não pode mandar um documento para as famílias, para se eximir do eventual risco de contaminação dos alunos que voltarem às aulas presenciais. Temos que começar, mas antes é preciso resolver os problemas pendentes, definir uma padronização de como retomar as aulas. Somos um país democrático e acho normal que haja opiniões a favor e contrárias à retomada das aulas presenciais, mas o debate deve levar em conta os riscos e a saúde de servidores, dos alunos e de suas famílias”.

Agricultura

Lazinho lembrou que “nos últimos dias 24 e 25, foram os dias Nacional e Internacional da Agricultura Familiar, respectivamente. A agricultura familiar representa 70% dos empregos do campo, 77% dos alimentos que vão à mesa dos brasileiros é produzido pela agricultura familiar, mais de 70% das propriedades rurais são da agricultura familiar e em Rondônia esse número é de aproximadamente 89%”.

Em razão dessa importância, o deputado ressaltou que “é preciso que o poder público em Rondônia trate esse setor com respeito, com a devida atenção e com uma responsabilidade muito maior. Esse é o setor principal de prioridade do nosso mandato. Mas, registro que, do orçamento da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), de R$ 4 milhões, R$ 3 milhões seriam gastos na realização da Rondônia Rural Show, caso a pandemia não a tivesse cancelado. Ou seja, não se fortalece a agricultura familiar sem investimentos”.

Legistas

O parlamentar alertou para a necessidade de aumento do número de médicos legistas para atender à região de Jaru, formada por 14 municípios e cerca de 200 mil pessoas.

“É uma dificuldade muito grande, quando falece alguém e precisa de um médico legista. Se morrer uma pessoa numa localidade distante há 100 quilômetros de Machadinho do Oeste, vai esperar um médico legista se deslocar de Ariquemes para poder fazer o atestado de óbito. É preocupante e precisa ser revista essa questão, por parte do Governo.

Por fim, ele registrou o seu retorno às sessões no plenário. “Agradeço a Deus a todos os funcionários desta Casa e do nosso gabinete, pelo período em que estive ausente, participando das atividades parlamentares de forma remota, em razão da pandemia. Já fui imunizado com as duas doses e por isso estou aqui de volta ao plenário”.

 

Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...