Entretenimento

Disco coletivo traz cinco artistas do Brasil entre 21 gravações inéditas feitas com inspiração na quarentena

Arte de Bruno Honda Leite

Disco coletivo inspirado pela quarentena e produzido com coordenação e curadoria do jornalista Leonardo Vinhas, ¡Estamos! foi lançado na terça-feira, 21 de abril, com capa assinada por Bruno Honda Leite e com gravações inéditas feitas por 21 artistas da cena indie de nove países, a maioria da América do Sul, como o Brasil, embora haja representantes dos Estados Unidos e da Grécia.

Muitas músicas também são inéditas e foram compostas nesse momento de isolamento social para o disco. Outras já existiam e ganharam versões exclusivas para o projeto fonográfico.

O Brasil está representado no disco pelas gravações de André Prando (ES), Érika Martins (SP), Guilherme Cobelo (DF) Lila Mey (SP) e Meio Amargo (PA).

Cantor, compositor e músico capixaba, André Prando ofereceu ao curador a inédita Dharma, música composta em parceria com Luiz Gabriel Lopes. Mas acabou entrando no disco ¡Estamos! com a gravação da demo de Moro no interior do mundo, composição que lançou no álbum Voador (2018).

Érika Martins regravou Vou te esperar com Gabriel Thomaz, parceiro da artista na composição da música lançada por Érika há 11 anos no álbum solo Lento (2009). Líder e vocalista da banda Joe Silhueta, o cantor e compositor brasiliense Guilherme Cobelo faz o primeiro registro como artista solo no disco ¡Estamos!, apresentando Uma canção desesperada, música inédita composta sob influência da obra de Sérgio Sampaio (1947 – 1994).

Cantora e compositora paulistana que transita pelo universo da musicoterapia, Lila May também apresenta música inédita, Sétimo continente. Completando o elenco brasileiro do disco ¡Estamos!, Meio Amargo – codinome artístico do cantor e compositor paraense Lucas Padilha – contribui com abordagem de A palavra certa, composição de Herbert Vianna, lançada pelo autor no segundo álbum solo, Santorini blues (1997).

Compilação de gravações caseiras, produzidas com os recursos de cada artista, o disco ¡Estamos! chega ao mundo com o selo Scream & Yell, estando disponível desde ontem, 21 de abril, para streaming e/ou download gratuito.

Por Mauro Ferreira