Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Economia

Em entrevista ao Correio, presidente da Caixa garante melhores condições de crédito

Programa Crédito Caixa Tem espera atender pelo menos 20 milhões de brasileiros informais, que precisavam recorrer a financeiras e agiotas para obter algum recurso. Dirigente do banco afirma que bons pagadores, com o tempo, terão melhores condições

CorreioBraziliense

Para o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o banco promoverá a maior inclusão de crédito da história do Brasil com o lançamento das linhas de financiamento do Caixa Tem – braço digital da instituição financeira. Em entrevista ao Correio, Pedro Guimarães afirmou que a implementação do Crédito Caixa Tem é uma continuidade do auxílio emergencial e deve atender até 20 milhões de pessoas. “Temos milhões de pessoas que não estão com acesso ao sistema formal bancário. Como não estão no sistema, eles já estavam pegando dinheiro dos financeiros, agiotas, que cobram de 15% a 20% por mês”, observou.

Guimarães está otimista com as perspectivas do programa. Ele aposta em um maior volume de recursos e uma taxa de juros mais baixa à medida que o banco identificar os bons pagadores. Com o tempo, avalia o presidente da Caixa, outras instituições poderão atuar com esse público, como reflexo da concorrência de mercado. Leia, a seguir, os principais trechos da entrevista.

CorreioBraziliense

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...