Interior Justiça Justiça

Em Vilhena PRF prende caminhoneiro que estava dirigindo há 29 horas, sem parar, sob efeito de entorpecentes

Above
Um caminhoneiro de 39 anos foi preso no posto da Polícia Rodoviária Federal, em Vilhena, na tarde desta sexta-feira, 13. Ele dirigia uma carreta, transportando um carregamento de adubo apanhado em Maringá (PR), que seria entregue em Ji-Paraná, na região central de Rondônia.

Durante a abordagem de rotina, o motorista apresentou sinais de que estaria sob o efeito de drogas: muito falante, olhos vermelhos, nervosismo, sudorese e boca seca. Quando os agentes da PRF revistaram a cabine, encontraram 31 comprimidos “extra-fortes” de anfetamina, produto considerado “rebite”.

Quando o tacógrafo da carreta foi retirado para conferência, o carreteiro contou aos policiais que estava dirigindo há 29 horas sem parar, sob o efeito dos comprimidos. Ele revelou também que havia consumido a droga nos últimos dois dias. Após a prisão, foi levado para exames médicos na Unisp.

Ao comentar a ação, um dos agentes da PRF disse que, além do risco para si mesmo, o caminhoneiro drogado representava uma ameaça para outros motoristas. “Além do crime de transportar a substância psicoativa, ele poderia provocar um acidente grave. Quem consome esse tipo de produto fica ligadão, mas quando o sono bate, pega de vez. E, se dormir na direção, bate de frente ou capota, indo para fora da pista. Um grande perigo”.

Below