Início Interior Entrega de equipamentos transforma postinhos de Vilhena em “pronto- socorros”

Entrega de equipamentos transforma postinhos de Vilhena em “pronto- socorros”

Recebidos em gestões passadas, os aparelhos estavam guardados ainda em suas caixas

Entrega de equipamentos transforma postinhos de Vilhena em “pronto- socorros” ORondoniense
Entrega de equipamentos transforma postinhos de Vilhena em “pronto- socorros” ORondoniense

Nesta semana todos os postinhos de saúde do município receberam equipamentos que praticamente os transformaram em pronto-socorros para casos críticos que necessitem até mesmo reanimação. Recebidos em outras gestões, os aparelhos estavam guardados ainda em suas caixas no estoque da Atenção Básica e agora poderão salvar vidas nas unidades básicas de saúde do município.

A lista de materiais inclui desfibrilador, estetoscópio infantil, régua antropométrica, inalador, nebulizador, medidor de glicose no sangue, ressuscitador pulmonar infantil, otoscópio com cinco espéculos e acessórios de cada equipamento.

“Esses equipamentos estavam ‘escondidos’, por assim dizer. Haviam guardado no início do ano e não foram distribuídos. Agora os postinhos poderão salvar muitas vidas, ainda mais do que já estão. O desfibrilador e o ressuscitador, por exemplo, podem ser a diferença entre a vida e a morte de muitos pacientes que não têm tempo de chegar até o Hospital, único local até agora que tinha esses equipamentos”, revela Clair Oliveira da Cunha, coordenador da Atenção Básica.

A diretora do posto de saúde do Cristo Rei ficou feliz com a entrega e agradeceu ao empenho da gestão em melhorar a estrutura de atendimento da rede básica. “Estamos aqui porque gostamos e lutamos para uma Saúde melhor para todos. Já chegamos a sair correndo para emergências em casos extremos aqui na vizinhança do postinho. Esses equipamentos poderão nos ajudar ainda mais a fazer atendimentos de urgência”, revela Leila Andrade Santos.

Enviados ao município através de convênio com o Governo do Estado, os kits foram entregues nas seis unidades básicas de saúde, que juntas atendem a milhares de vilhenenses todos os meses. “Nosso objetivo é fortalecer a rede básica de saúde para que o Hospital Regional seja desafogado. A estratégia é simples e pode ser feita: dar autonomia e força aos postinhos e outras unidades para que o Hospital se concentre em sua função principal no município, que é atender casos de urgência e emergência”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

Semcom