Rondônia

Equipe de transplantes do Hospital de Base faz nova captação de órgãos no Hospital Regional de Cacoal

O serviço de transplante pelo SUS em Rondônia foi implantado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) no ano de 2014, até agora já contabilizam 90 transplantes de rins em todo o estado. Na última semana (16), a equipe de transplantes do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro foi até Cacoal para realizar mais uma captação de órgãos após a autorização da família em doar os rins de um paciente.

Quando a família autoriza a doação, a Comissão Interna Hospitalar de Doação de órgãos e tecidos (CIHDOTT) aciona a equipe especializada para ir até o Hospital para fazer a captação. Os rins do doador foram transportados para o estado do Rio Grande do Sul onde foi encontrado um doador compatível.

De acordo com a coordenadora do setor, enfermeira Fabiana de Araújo, o número de doadores ainda é baixo, este ano quatro famílias aceitaram a doação. “ O trabalho de acolhimento familiar precoce realizado pela equipe do Regional e Heuro tem buscado conscientizar sobre a importância da doação seguindo todos os protocolos sem influenciar ou interferir”, afirmou.

O médico cirurgião Alessandro Prudente, que faz parte da equipe especializada em transplante, que viajou até Cacoal, destacou a importância dos trabalhos realizados pelos membros da comissão. “São eles que identificam o potencial doador, acompanham o desfecho do diagnóstico de morte encefálica e fazem a abordagem à família informando sobre a possibilidade da doação”. A equipe de cirurgiões é acionada somente para captação e distribuição do órgão, disse.

O especialista acrescentou que este é um trabalho de extrema importância, mas que ainda falta conscientização sobre o trabalho realizado em Rondônia, com transplantes de rins e córneas.

Segundo o Cirurgião, a Sesau já iniciou os processos para a realização de transplante de fígado “Hoje os transplantes acontecem em são Paulo, mas os pacientes são acompanhados no estado.”

CENTRAL DE TRANSPLANTE

A Central Estadual de Transplantes funciona no Hospital de Base Ary Pinheiro e conta com uma equipe chamada de Organização para Procura de Órgãos (OPO) e a Comissão Intra Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), são profissionais que realizam a busca ativa de doadores de órgãos na Capital e no interior do Estado. As cirurgias de captação são realizadas no próprio Hospital de Base e os doadores são viabilizados nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena.

Apenas o Hospital de Base é credenciado para realizar transplante renal, e só existe uma equipe de transplante renal no Estado e duas de transplante de córnea, sendo uma do SUS e uma na rede privada.

Fonte
Texto: Dislene Queiroz e Ormiza SoaresFotos: Arquivo SecomSecom - Governo de Rondônia
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios