Connect with us

Hi, what are you looking for?

Interior

Equipe Elev3r SESI Vilhena eleita pela terceira vez a melhor de robótica FLL da região Norte

Depois de meses de preparação, treinamento e encontros online, a equipe Elev3r, do colégio SESI-SENAI-IEL de Vilhena, conquistou pela terceira vez o primeiro lugar no Torneio SESI de Robótica First Lego League (FLL), realizado pela primeira vez cem por cento remoto, teve todos os ingredientes de uma disputa presencial. 19 equipes participaram e a final assim como a premiação aconteceram no último sábado 15, via plataforma Teams.

Três quesitos foram avaliados pelos juízes – robô, projeto de pesquisa e core values (trabalho em equipe). A Elev3r conquistou o primeiro lugar geral e o troféu para o robô com mais eficiência na mesa de competição e de quebra, o prêmio de técnico destaque do torneio para o professor Silvio Vichroski. A equipe do SESI de Vilhena está classificada para a etapa nacional.

A Elev3r deu uma maior atenção ao desafio do robô. Buscou construí-lo de forma compacta e eficiente, para tal, usaram o conceito de engenharia de um anexo que se move no eixo vertical e horizontal, nesse, nos dois sentidos ao mesmo tempo. O esforço valeu a pena, pois o grupo conquistou o prêmio de Desempenho do Robô alcançando a maior pontuação do torneio.

Vichroski reiterou que este foi um torneio diferente de tudo que já viveu desde sua entrada no mundo da robótica em 2013. “As novas descobertas, novas técnicas, novas plataformas, tudo diferente, porém tudo com o espírito da FLL. No meu ver uma palavra define tudo “resiliência”, pois tivemos que nos adaptar em todos os quesitos e isso serviu para aprendermos que somos capazes de tudo quando planejamos, organizamos e trabalhamos em equipe”, exultou.

O prêmio de técnico destaque é o fechamento de ouro para a participação do professor, disse Vichroski. “Nós os treinamos e preparamos para o que não é simplesmente um torneio de robôs, mas sim uma competição entre pessoas que constroem conhecimento para um dia mudar nosso mundo. Qualquer pessoa que assume essa responsabilidade merece o prêmio. Esse reconhecimento é bem-vindo, claro”.

Ele não poupou elogios a parceria da professora Lorines Cezne. “Muito dedicada e focada. Significou, como sempre, um apoio e presença imprescindível. Divido com ela mais essa importante conquista”.

A Elev3r é mais uma prova de que as mulheres estão se superando e conquistando espaço em todos os setores. A equipe conta com apenas três rapazes, incluindo o professor Sílvio, enquanto o número de moças chega a sete, contando com a treinadora e professora Lorines.

Para o aluno Joseph Valadão Fantin, um veterano da Elev3r, essa temporada foi incrível e apesar das dificuldades, a equipe conseguiu se manter unida e ativa. Lutou e se dedicou e foi emocionante conquistar novamente o primeiro lugar. Alice Gimenes Bagano comentou que mesmo tendo participado de outras temporadas, acredita que essa ficará marcada de forma especial.

Segundo Ana Júlia Alcântara Antunes apesar de ter sido remoto deu para sentir a energia do Torneio da FLL e mesmo esse sendo seu último ano, ela aprendeu muito sobre coisas que não imaginava que a FLL ensinaria. “Espero que as próximas gerações da Elev3r, aprendam como eu aprendi”.

Conforme Rebeca Espindola Stédile, 16, o torneio remoto veio para tirar os participantes da zona de conforto, por isso as equipes tiveram de se reinventar. “O que conquistamos no Regional nos motiva a irmos mais longe na próxima fase. Com muito esforço e dedicação, a Elev3r irá representar bem a região Norte no Nacional”, garantiu a aluna.

Passar de competidora à mentora da equipe, no ponto de vista de Lívia Damião Vieira, significou novas experiências e oportunidade de contribuir de forma diferente para o desempenho da Elev3r. “Mais que competir, os torneios nos trazem aprendizados independentemente da posição que ocupamos, nos concedendo valores para a vida pessoal e profissional, além de amizades e muita diversão, o que nos faz nos apaixonarmos cada vez mais por esse mundo da robótica.

Artur da Silva Bilhalva, o mais jovem do grupo, declarou que o torneio remoto trouxe uma nova dinâmica e que tem certeza que a próxima temporada vai ser ainda mais desafiadora.

Bianca Pereira Teixeira, que participou pelo segundo ano do torneio, admite a dificuldade inicial de se adaptar à competição cem por cento online. “É muito gratificante saber que nosso esforço de meses foi recompensado não somente com um prêmio, mas com muito conhecimento. Os troféus só simbolizam a maior conquista e razão de termos ganhado: o trabalho em equipe”, comemorou.

A colega de equipe, Daniela Leite Nascimento destacou a temporada como um leque de muitas descobertas e desafios desde os treinos remotos até o torneio online. “A animação da equipe, o nervosismo de entrar nas salas, a emoção na premiação. Quando a FLL corre em suas veias, não dá para não se divertir em dia de torneio. E é claro, é muito bom colher os frutos do nosso trabalho e sentir que valeu a pena”, finalizou.

O superintendente do SESI-IEL e diretor regional do SENAI-RO, Alex Santiago parabenizou a equipe Elev3r e a unidade de Vilhena por mais uma importante conquista. Ele lembrou que o investimento do SESI nos projetos de robótica tem o objetivo de estimular o gosto pela ciência, tecnologia e inovação entre estudantes do ensino fundamental e médio. “O Torneio SESI de Robótica FLL busca desenvolver a liderança, autonomia e atitudes empreendedoras nos participantes. Mais uma vez os nossos jovens alunos do SESI de Vilhena são motivo de orgulho”.

SESI

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...