Brasil Cultura

Escritor Rubem Fonseca morre aos 94 anos no Rio de Janeiro

Escritor Rubem Fonseca morre aos 94 anos no Rio de Janeiro

O escritor Rubens Fonseca morreu, aos 94 anos, no início da tarde desta quarta-feira (15), no Rio de Janeiro.

Rubens, que completaria 95 anos em um mês, sofreu um infarto na hora do almoço, em seu apartamento no Leblon. Ele foi levado ao hospital, mas não resistiu.

Filho de portugueses, nascido em Juiz de Fora, Minas Gerais, em 11 de maio de 1925, Rubem Fonseca recebeu inúmeros prêmios de literatura, entre eles o Prêmio Camões, a mais prestigiada honraria para obras em língua portuguesa, pelo conjunto da obra, em 2003.

Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Fonseca apoiou o golpe militar em 1964, mas teve obras censuradas como o livro Feliz Ano Novo, de 1976. Na ocasião, o então Ministro da Justiça, Armando Falcão, alegou que a obra era “contrária à moral e aos bons costumes”.

A obra mais recente de Rubem Fonseca foi Carne Crua (2018).

Revista Fórum