Capital Destaques

Executivo municipal vai se manifestar diante da deliberação do Conselho sobre possível Lockdown

Prefeito quer ouvir também o Conselho Estadual de Saúde antes de tomar uma decisão a respeito da indicação do Conselho Municipal

Diante da posição do Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Porto Velho, a Prefeitura de Porto Velho informou na tarde desta quinta-feira (18) que em respeito ao pacto federativo e a harmonia entre os poderes e esferas governamentais, o prefeito Hildon Chaves se manifestará, após conhecer o posicionamento do Conselho Estadual de Saúde.

A Resolução foi aprovada em reunião do CMS que contou com a participação das procuradoras do Ministério Público Estadual Emilia Oiye e Flavia Barbosa Shimizu, do presidente e da vice-presidente do CREMERO, de representante da OAB-RO e da secretária municipal de saúde Eliana Pasini, que também é membro do Conselho e votou a favor da Resolução.

Em reunião o Conselho Municipal de Saúde aprovou por unanimidade uma orientação ao prefeito Hildon Chaves, para decretar, “com a máxima urgência”, o distanciamento social ampliado por um período de 14 dias.

Durante este período será permitido somente o funcionamento de atividades essenciais como mercados, farmácias, panificadoras, postos de combustíveis e outros ramos que se configuram como serviços fundamentais.

Entre as fundamentações da Resolução, o estudo realizado pelos professores e pesquisadores Tomás Daniel Menendez Rodiguez e Ana Lúcia Escobar que Rondônia entre os dias 15 a 21 de junho haverá uma velocidade real de transmissão de coronavírus e a não adoção de medidas de isolamento social ampliado, haverá um crescimento no número de casos e das internações e óbitos por Covid-19.