Início Destaques Expedito confirma vice com Maurício Carvalho e PT em colisão com a...

Expedito confirma vice com Maurício Carvalho e PT em colisão com a Executiva Nacional

Se pelo PSDB amanhece com a sua chapa majoritária praticamente confirmada pelo PT nada foi decidido (ainda)

117
0

O final de semana foi intenso em momentos de confirmação de nominatas e reviravoltas nas convenções que ocorreram em Porto Velho, movimentando os partidos PSDB e o PT.
Um dos mais concorridos e que levou cerca de três mil pessoas foi a convenção do PSDB de Rondônia, que manteve a coligação com o DEM, PRB e Patriotas. No domingo foi anunciado que o vereador Pastor Edésio (PRB) seria o indicado a vice de Expedito Júnior, consagrado como candidato ao governo do Estado, com aclamação.
Porém, ocorreu uma mudança estratégica ainda na madrugada desta segunda-feira (06) e o vereador e presidente da Câmara Municipal, Maurício Carvalho – que tinha intenções de se candidatar a deputado estadual – acabou sendo confirmado como o vice a acompanhar Expedito Júnior.
Com isso o pastor Edésio, que fora indicado pelo PRB, ficará na disputa para a outra vaga ao Senado Federal, junto com Marcos Rogério.
PT
O lado mais confuso das convenções ficou por conta do PT de Rondônia, que ainda está num impasse com o diretório nacional por conta de um conflito de coalizão. Enquanto a executiva estadual pretendia fechar com apoio a candidatura do senador Acir Gurgacz (PDT) e determinou neste sábado que os petistas aprovem na convenção deste domingo a coligação com o PC do B e PSOL, garantindo ainda a vaga da ex-senadora Fátima Cleide para tentar novo mandato ao Senado.
No documento encaminhado aos dirigentes, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, encaminhou um documento aos dirigentes locais:
“Cumprir a Resolução sobre tática eleitoral da Comissão Executiva Nacional que determina a aliança com o bloco de esquerda, formado por PCdoB e PSOl, garantindo a candidatura ao Senado ao PT”. Deixando uma advertência: “(…) que decisões diferentes “implicará anulação das deliberações conflitantes, com substituição e/ou aproveitamento dos atos, no que couber, inclusive e se for o caso, a substituição do registro de candidatos”.
Em vista disso o PT Rondônia entrou com recurso junto ao Diretório Nacional, visando modificar a decisão da Executiva Nacional.
No teor do recurso os dirigentes locais apontam que foram feitos os esforços necessários para essa composição exigida pelo diretório nacional, no entanto o PCdoB firmou coligação na proporcional para deputado estadual com o PMN e PSC e para deputado federal com o PMN, PSC, PROS, e PHS conforme informou o presidente Francisco Batista Pantera, em decisão tomada na sexta-feira passada, dia 03.
Pelo lado do PSOL com a sua convenção ocorrida no último sábado (04) acabou optando por lançar candidatura própria ao Governo, conforme informou o seu presidente Pimenta de Rondônia.
Em vista dessa situação o PT ficou isolado, inviabilizando a eleição de deputados.
De acordo com informação divulgada pelo sindicalista e membro partidário da sigla, Itamar Ferreira, a executiva estadual vai: “num primeiro momento, impor a coligação com Acir, com vários candidatos proporcionais desistindo; num segundo momento a Nacional vai intervir e obrigar a cumprir a determinação, aí seremos obrigados, como em 2014, a sair sozinhos. Tem gente que não aprende a lição e continua querendo dar uma de experto, é o velho “se colar colou”.
O impasse continua. Lembrando que partidos e coligações tem até o dia 15 de agosto para fazer o registro das nominatas, já conclusivas.
PDT
E pelo PDT, que tem o senador Acir Gurgacz como candidato ao Governo do Estado, a frente partidária confirmou o nome do ex-deputado estadual Neodi Carlos como o vice na chapa. Assim, além do PDT a coligação tem ainda o PSB, PP, PTB, PR, Solidariedade, PSDC, e PSOL, já considerada umas das maiores para a eleição desse ano.
A composição da frente tem agora Acir e Neodi como candidatos ao Governo e Jesualdo Pires (PSB) e Carlos Magno (PP) ao Senado.

  • Da Redação – Foto: Marcelo Gladson (MaisRO